Home  >  Negócios

Amazon supera Google e Apple e torna-se marca mais valiosa do mundo

Empresa de Jeff Bezos registrou crescimento de 52%, atingindo valor de US$315,5 bilhões, segundo ranking da Kantar e WPP

Da Redação

12/06/2019 às 9h00

Foto: Shutterstock

A Amazon acaba de tornar-se a marca mais valiosa do mundo, superando outras gigantes de tecnologia, como Apple e Google, de acordo com com o ranking BrandZ das 100 Marcas Globais Mais Valiosas de 2019, lançado nesta semna pela WPP e Kantar na Bolsa de Valores de Nova York.

Para alcançar o topo da lista, a Amazon registrou um crescimento de 52% no valor da sua marca em relação ao ano anterior, atingindo 315,5 bilhões de dólares, à frente da Apple, com 309,5 bilhões de dólares, e do Google, com 309 bilhões de dólares, que registraram aumentos de 3% e 2%, respectivamente, no último ano.

A Microsoft, em quarto lugar, e a Visa, em quinto, fecham o Top 5 do Brandz, seguidas pelo Facebook, que permaneceu na sexta colocação, com uma leve queda no valor (2%).

Já Alibaba superou a Tencent pela primeira vez e se tornou a marca chinesa mais valiosa, subindo dois lugares para o 7º e crescendo mais de 16% para US$131,2 bilhões – já a Tencent caiu três posições para a oitava posição, um decrescimento de 27%, para US$130,9 bilhões.

“A reputação é o ativo mais valioso de uma empresa, e, sendo forte, protege o negócio em épocas de crise”, afirma Eduardo Tomiya, diretor da Kantar Brasil.

A Lululemon, empresa de roupas esportivas inspiradas pela ioga, foi a segunda mais rápida em escalada, com um incremento de 77% em relação ao ano anterior, chegando a US$6,92 bilhões. Outras que registraram crescimentos significativos foram Netflix (+65%, nº34, US$ 34,3 bilhões), Amazon (+52%, US$315,5 bilhões) e Uber(+51%, no.53, USD$24,2 bilhões.