Home  >  Plataformas

Citrix aposta em simplicidade para transformar experiência do funcionário

Empresa atualizou sua plataforma de trabalho digital Workspace com foco em personalização e layout mais amigável

Luiz Mazetto, de Atlanta (EUA)*

23/05/2019 às 12h00

Foto: Luiz Mazetto

Nos últimos anos, a chamada “experiência do funcionário” (“employee experience", em inglês) vem ganhando cada vez mais importância entre as empresas. Conforme pesquisa recente da Deloitte, quase 80% dos executivos entrevistados classificam o conceito como “importante” ou “muito importante”.

Segundo a Diretora de Recursos Humanos (Chief People Officer) da Citrix, Donna Kimmel, essa atenção maior dada em relação ao tema recentemente aconteceu, em parte, porque “as companhias perceberam que não podem ser bem-sucedidas sem as pessoas”.

Além de ser a coisa certa a fazer, afirma a executiva, o foco no bem-estar dos funcionários também traz melhores resultados do ponto de vista dos negócios para as organizações, como crescimento na receita e um nível mais alto de satisfação dos consumidores.

Para conseguir fornecer uma boa experiência para os seus profissionais, aponta Donna, as organizações precisam ter atenção especial em três pontos específicos relacionados ao trabalho, que considera essenciais: cultura, espaço e tecnologia.

Workspace mais inteligente

Apresentada nesta terça-feira, 22/5, durante a abertura do evento anual Synergy, em Atlanta, nos EUA, a atualização “intelligent experience” da plataforma digital de trabalho Citrix Workspace traz tecnologias que podem ajudar as companhias a avançar mais neste sentido.

Uma das principais novidades é a adição de Machine Learning (Aprendizado de Máquina), já usada em outras soluções da empresa, que habilita uma experiência de trabalho mais eficiente na plataforma ao automatizar e priorizar ações de forma inteligente.

“Quanto mais o profissional usar, mais personalizado o Workspace ficará em relação ao que ele faz e ao que é importante para ele”, afirma o Diretor de Marketing (Chief Marketing Officer) da Citrix, Tim Minahan, sobre essa “experiência inteligente” da solução.

A plataforma da Citrix também passou a contar com fluxos de trabalho simplificados, por meio dos chamados micro-apps (imagem abaixo), que trazem integrações com ações de diferentes aplicações conhecidas, incluindo Concur, Salesforce, Microsoft, SAP, Tableau e G Suite.

Com isso, a companhia quer eliminar as numerosas trocas entre os muitos apps e serviços disponíveis na atualidade para diminuir o ruído e possibilitar uma economia significativa de tempo no dia a dia do funcionário – a empresa fala em devolver um dia a mais de trabalho por semana para os profissionais.

(Imagem: Divulgação Citrix)

Além disso, o Workspace ganhou um layout de fácil visualização (imagem abaixo), que lembra os feeds das redes sociais, para fornecer uma visão única e simples para os usuários, seja em um computador ou em um dispositivo móvel, como smartphone e tablet.

“Ao trazer uma interface no estilo do Feed de Notícias para a nova versão do Workspace, a Citrix está transformando o trabalho entre múltiplas aplicações em algo muito mais parecido com uma aplicação amigável ao consumidor. Isso, por sua vez, pode ajudar a reduzir frustrações e aumentar a produtividade”, afirma o presidente e analista chefe da consultoria TECHnalysis Research, Bob O’Donnell, sobre o novo visual.

Segundo o Country Manager da Citrix no Brasil, Luis Banhara, contar com uma interface familiar, que seja próxima de algo que o usuário já conhece, faz com que ele se sinta mais confortável, de forma a facilitar o processo de adoção de uma nova solução.

“Quando você tem o mesmo ‘look and feel’ em diferentes dispositivos, isso reduz a carga de treinamento necessária e aumenta a disposição do usuário em vencer a barreira cultural (da mudança)”, afirma o executivo, que destaca ainda o fato de a plataforma da empresa poder ser usada nos mais diferentes setores de mercado.

(Imagem: Divulgação/Citrix)

De acordo com a Citrix, a “intelligent experience” do Workspace deve estar disponível no mercado no quarto trimestre deste ano, mais especificamente por volta de novembro.

*o jornalista viajou para Atlanta a convite da Citrix