Home  >  Carreira

5 perguntas para o CEO: Jorge Arduh, da Indra

Com liderança focada na transformação de profissionais e negócios dos clientes, executivo fala da evolução da empresa

Solange Calvo

23/05/2019 às 9h00

Jorge Arduh CEO da Indra
Foto: Divulgação

A Indra é uma empresa global de consultoria e tecnologia. No mundo, contabilizou receita de 3,10 bilhões de euros em 2018. No Brasil, segundo mercado mais importante da companhia, está presente desde 1996.

Em 2004, recebeu Jorge Arduh, designado a desempenhar variadas funções em diferentes países da América Latina, indo de diretor de Software Factory na Argentina, seu país de origem, a CEO da Indra no Brasil, em 2015.

“Para mim, que somo quase quarenta anos de carreira, a liderança passou a ter um papel muito orientado a promover o crescimento e a transformação dos profissionais, apoiando-os a trilhar os melhores caminhos para atingirem seus objetivos”, relata.

O executivo revela que seu objetivo é exercer uma liderança que gere resultados e crescimento perene, que mesmo nos anos seguintes à sua gestão eles se mantenham. “Para isso, penso que transformar as pessoas e desenvolver nelas seu potencial alinhado aos objetivos da companhia é essencial”, ensina.

Aficionado por tecnologia, seus primeiros contatos com ela aconteceram quando ingressou na Marinha Argentina em 1980, atuando como especialista de comunicações e sistemas de informação em operações e projetos de navios de guerra.

Hoje, a batalha do CEO, que acredita na tecnologia como meio de transformação e avanço da sociedade e dos indivíduos, é na arena do mercado, mantendo a empresa em linha com os desafios da era digital. Confira a seguir desafios e conquistas da Indra no País. 

Computerworld Brasil – O que representa o mercado brasileiro para a Indra? 

Jorge Arduh – O mercado brasileiro é um dos principais para a Indra e o maior da América Latina, correspondendo a cerca de 35% das receitas da região. As relações comerciais que a companhia mantém no País representam um forte braço para a operação global da Indra. Isso é reflexo da nossa forte atuação local, onde estamos há mais de 20 anos e empregamos mais de 7 mil profissionais. O Brasil é um mercado que oferece grandes oportunidades para nós e onde temos muito consolidada nossa presença em todos os setores em que atuamos, como Transporte e Defesa, Serviços Financeiros, Energia e Indústria, Telecom e Mídia e Administração Pública e Saúde.

No setor de energia, mais de 50 companhias usam nossas soluções. Em telecomunicações, temos muitos projetos, entre eles com VIVO e GVT. Sem contar com as maiores instituições, que já adotaram nossas tecnologias, tanto no âmbito bancário como segurador.

Também temos um importante papel no desenvolvimento tecnológico da administração pública. Implantamos um projeto de digitalização na Secretaria de Receita do Estado da Paraíba que permitiu reduzir em um terço o tempo de tramitação dos processos dos cidadãos. Na área de infraestrutura, somos pioneiros na modernização de alguns dos principais portos brasileiros, como o de Santos e o de Vitória.

CW Brasil – A empresa renovou a sua estratégia para se alinhar à evolução do digital no mercado? De que forma?

Arduh Sim. Na consolidação da carteira de produtos e soluções da Indra, a Minsait (marca de sua filial TI) fortaleceu sua oferta com uma clara orientação ao valor agregado, impulsionando a transformação e a reinvenção de negócios e instituições e demonstrando seu compromisso de impacto positivo na sociedade.

A oferta da Minsait é composta por um amplo conjunto de propostas de valor de relevância estratégica para seus clientes, um ecossistema de produtos que permite acelerar a transformação e uma completa gama de serviços que torna possível uma colaboração end-to-end.

Procuramos capturar o forte potencial de crescimento dos mercados de Transformação Digital e Tecnologias da Informação, em um contexto acelerado de mudança em que a tecnologia é cada vez mais estratégica para seus clientes.

CW Brasil – No concorrido mercado de TI, qual o diferencial que a Indra apresenta aos clientes para atraí-los e retê-los? 

Arduh Certamente a inovação. Consideramos esse fator o alicerce fundamental para o desenvolvimento das empresas, diferencial que as permite se posicionarem no futuro. A inovação supõe criar algo novo, mas na Indra nós somente chamamos de inovação algo que permite transformar ideias criativas em valor real para o cliente. A inovação sempre esteve em nosso DNA e trata-se de um processo constante. Não nos cansamos de inovar, explorar e investir para a melhoria contínua da nossa oferta.

Por outro lado, colocamos o cliente no centro da nossa companhia e por isso centramos nossa estratégia no profundo conhecimento dos setores e clientes com os quais trabalhamos. Só assim somos capazes de gerar soluções de valor diferenciadas. Os clientes estão na base da nossa criatividade e de como ajustamos nossa oferta às suas necessidades.

Para sustentar nossa cadeia inovadora, apostamos fortemente no desenvolvimento dos nossos profissionais, que são nossos ativos mais importantes. Entre as diversas iniciativas que mantemos nesse sentido, posso mencionar o concurso Innovators, uma iniciativa global de intraempreendimento que convoca nossos mais de 43 mil profissionais no mundo a participarem com ideias disruptivas para responder aos desafios tecnológicos dos mais diversos segmentos.

CW Brasil – Qual a importância da Minsait para a Indra?

Arduh – A Minsait é a marca com a qual dentro da Indra identificamos todos nossos negócios de Tecnologia da Informação e Transformação Digital. É uma companhia de Consultoria de Transformação Digital e Tecnologias da Informação na Espanha e na América Latina. A Minsait apresenta alto grau de especialização e conhecimento setorial, o que complementa sua alta capacidade de integrar o mundo core com o mundo digital, sua liderança em inovação e transformação digital e sua flexibilidade.

Assim, concentra sua oferta em propostas de valor de alto impacto, baseadas em soluções end-to-end, com notável segmentação, que permite atingir impactos tangíveis para seus clientes em cada setor com abordagem transformacional. Suas capacidades e liderança são mostradas em sua oferta de produtos, denominada Onesait, e sua oferta transversal de serviços.

CW Brasil – Quais são as expectativas para este ano?

Arduh Nosso objetivo no Brasil é nos consolidarmos como um parceiro de referência das empresas e instituições brasileiras no desenvolvimento das soluções tecnológicas mais vanguardistas e dos processos de transformação digital mais completos. Dessa maneira, desejamos seguir contribuindo com soluções de impacto que gerem resultados tangíveis aos nossos clientes e à sociedade brasileira em geral.