Home  >  Plataformas

Itaú aposta em simplicidade com nova plataforma digital de pagamentos Iti

Serviço permite que usuários façam e recebam pagamentos diretamente via celular, sem precisar ter conta em banco

Luiz Mazetto

13/05/2019 às 15h39

Foto: Divulgação

O Itaú anunciou nesta segunda-feira, 13/5, na sede do Cubo, em São Paulo, a plataforma aberta de pagamentos digitais Iti, que permite que os usuários façam e recebam pagamentos de forma simples pelo celular, mesmo sem ter conta em banco.

Atualmente em fase de testes, a novidade chega oficialmente no terceiro trimestre e aposta em uma linguagem moderna e em uma experiência rápida e simples entre os usuários finais e varejistas.

Transferências e pagamentos
Sem mensalidade e sem exigência de comprovação de renda, o serviço permite que os usuários realizem transferências (com um limite de 1 mil reais por dia, por enquanto) e pagamentos por meio de um código Iti (QR Code), pela lista de contatos e com cartão de crédito.

Até o final do ano, de acordo com a instituição financeira, será possível realizar saques (via app, nos caixas da Rede 24 Horas) e transferências para outras plataformas sem taxas. No entanto, a empresa não revelou se e quanto passaria a cobrar por esses serviços depois disso.

Empresas
Disponível inicialmente para empresas do tipo MEI, EI e EIRELI, com apenas um sócio/representante, o Iti não exige comprovação de faturamento para cadastro e permite a realização de vendas sem maquininha.
Além disso, a plataforma traz como diferencial a possibilidade de o comerciante receber os pagamentos em até um dia útil, no débito ou crédito, com uma taxa fixa de 1% - que, vale notar, é mais baixa do que as cobradas pela Rede, do próprio Itaú.

Como usar
Para usar o Iti, que deverá estar disponível a partir de julho, será preciso baixar o aplicativo e fazer um cadastro rápido, que inclui o envio de uma selfie e dados como CPF/CNPJ. De acordo com o Itaú, o usuário/empreendedor é informado na hora se poderá seguir com o cadastro no app.

Equipe dedicada
Desenvolvido ao longo de um ano pela instituição financeira com soluções internas e externas de tecnologia, a plataforma possui uma equipe dedicada de aproximadamente 300 pessoas, segundo o Itaú, que não revelou o investimento inicial realizado no serviço.

Próximos passos
De acordo com a diretora do Itaú e líder do Iti, Lívia Chanes (foto acima), a plataforma deverá ser expandida no futuro com outros recursos e funcionalidades, incluindo cartão físico e serviços de crédito e investimentos - a executiva não especificou quando esses lançamentos devem acontecer.