Home  >  Plataformas

Microsoft libera compartilhamento do Office no M365 Business

Novidade permite que funcionários de pequenas e médias empresas executem apps do pacote em um único computador

Gregg Keizer, da Computerworld (EUA)

02/05/2019 às 12h00

Foto:

A Microsoft anunciou nesta semana que acrescentou a ativação de computadores compartilhados (SCA, na sigla em inglês) do Office à assinatura Microsoft 365 Business, que é mais barata, oferecendo às empresas de pequeno e médio porte (SMB) uma forma de múltiplos funcionários executarem os aplicativos de produtividade do Office em um único PC.

“(Isso ajuda) em cenários em que vários usuários estão se conectando ao mesmo computador remoto ao mesmo tempo (ou) em que vários usuários compartilham o mesmo computador e os usuários estão efetuando login com sua própria conta”, escreveu Ashanka Iddya, gerente sênior de produtos da Microsoft, em um post para um blog da empresa na última semana.

A implantação do SCA para clientes do Microsoft 365 Business (M365 Business) foi iniciado em 30 de abril, acrescentou Iddya, e deverá ser concluída “nos próximos meses”.

O M365 Business é um dos vários planos de assinatura da linha Microsoft 365, mas, ao contrário dos chamados “Enterprise”, ele está disponível apenas para empresas que compram 300 licenças ou menos. Seu custo mensal de US$ 20 por usuário é consideravelmente menor do que o preço mensal por usuário de US$ 34 do M365 E3, o plano corporativo que, até essa mudança, era o menos dispendioso para oferecer SCA.

Existem outras diferenças entre o M365 Business e o Enterprise E3, principalmente o Windows 10, que é empacotado com o E3, mas não com o Business. O último é executado com o Windows 10 Pro, o sistema operacional instalado de fábrica em PCs de nível comercial. (O M365 Business também inclui direitos de atualização para o Windows 10 Pro do Windows 7 Professional, por isso é atraente para empresas que consideram uma atualização in-loco do Windows em vez de comprar um novo hardware). Ambos incluem aplicativos do Office e Exchange hospedados pela Microsoft, mas o E3 lança em mais componentes de segurança e ferramentas de gerenciamento de dispositivos.

A inclusão da SCA no M365 Business não veio do nada. Alguns disseram à Microsoft que a SCA precisava fazer parte do pacote para que os funcionários pudessem executar os aplicativos do Office a partir de um sistema remoto. “Eu fui provisionar 28 usuários do M365 Business para um cliente e tive que abortar e colocá-los de volta no Office 365 Enterprise E3”, escreveu Donavan Lane, fundador da Innovia Consulting, em dezembro de 2018 em uma mensagem no fórum de suporte. “O M365 Business não suporta a Ativação de Computador Compartilhado, que é usada por muitos de nossos clientes RDS (Serviços de Área de Trabalho Remota)."

Por sua vez, Iddya, da Microsoft, insinuou que Lane poderia receber seu desejo em alguns dias. “Estamos considerando ativamente esse feedback sobre a ativação do Office SCA para usuários do M365 Business”, disse Iddya alguns dias depois.

Em março, a Microsoft notificou os assinantes do M365 Business que a SCA em breve chegaria aos seus planos, ganhando elogios de Mark O'Shea, um veterano de 20 anos da Microsoft e agora consultor trabalhando em Sydney. “Isso desgasta uma das razões pela qual um cliente SMB pode ter precisado ir pelo caminho do Microsoft 365 E3 e abrir alguns cenários de uso diferentes”, escreveu O'Shea em seu blog.

Não é de surpreender que os novos direitos SCA no M365 Business ainda exijam que cada usuário seja licenciado para o Office 365 Business, a versão do pacote incluída com essa assinatura. Em outras palavras, a Microsoft não está dando nada aqui: as empresas não podem “compartilhar” legalmente o Office em um único PC entre, digamos, cinco usuários, dos quais apenas três são cobertos pelas licenças M365 Business.

E o SCA não pertence ao Office para Mac; os usuários só podem compartilhar a versão Office do Windows em uma máquina coberta pela SCA. Mais informações sobre o SCA podem ser encontrados no site da Microsoft.