Home  >  Plataformas

Clientes Zenvia podem solicitar 2ª via de boleto por chatbot no WhatsApp

Com funcionalidade, clientes podem ter acesso rapidamente aos documentos financeiros 24 horas por dia, sete dias por semana

Karla Vitória, da RPMA Comunicação

24/04/2019 às 14h25

Foto:

A Zenvia, plataforma de comunicação que simplifica a relação entre empresas e consumidores, sempre enfrentou um grande desafio: lidar com pedidos diários por segunda via de boletos e notas fiscais para pagamentos. Com mais de 6,5 mil clientes, este tipo de solicitação corresponde a 22% de todos os chamados recebidos por mês pelo Atendimento da empresa.

Por ser recorrente, automatizar o processo foi o caminho encontrado pela empresa para facilitar ao cliente a obtenção da segunda via do boleto ou nota fiscal e no canal com maior aderência no Brasil: o WhatsApp!

A funcionalidade consiste em um chatbot que atende dentro do aplicativo de mensagens com um fluxo objetivo, que pergunta o CNPJ cadastrado e o nome da conta do boleto desejado. Com essas duas informações, já é possível obter a segunda via do documento, num fluxo que funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.

Se o cliente tiver dúvidas durante o processo, é possível também receber atendimento sem sair do WhatsApp. Das 8h às 20h, de segunda à sexta, o atendimento é iniciado na hora com um atendente humano. Fora do expediente, a dúvida do cliente abre um chamado que será atendido no próximo dia útil.

Desenvolvido em uma parceria dos times de Atendimento e Operações da Zenvia, o chatbot foi ativado em 20 de março de 2019 e está disponível no site da empresa ou adicionando o número (51) 3086-5820 na lista de contatos do WhatsApp.

À frente da iniciativa, Rafael Barin, head de Atendimento e Inbound da Zenvia, conta que a ideia do WhatsApp surgiu por ser o canal mais utilizado pelos consumidores. "Além de dar mais praticidade ao processo de solicitação de segunda via de boleto e nota fiscal, também é uma oportunidade única de oferecer uma experiência de um chatbot funcionando dentro do WhatsApp", afirma o executivo.

Tags