Home  >  Segurança

CIA alega que Huawei é financiada por governo chinês

Gigante de telecomunicações é acusada de receber patrocínio de diversas autoridades chinesas

Da Redação

22/04/2019 às 15h26

Foto: Shutterstock

A Agência Central de Inteligência americana (CIA) acusa a Huawei de ser patrocinada pelo governo chinês. As informações foram publicadas pelo jornal britânico The Times no sábado (20/4), que obteve informações a um relatório compartilhado pela agência ao Reino Unido.

A CIA diz que a Huawei recebe financiamento da Comissão Nacional de Segurança da China, do Exército de Libertação do Povo Chinês e de uma terceira agência da rede de inteligência da estatal chinesa. Além disso, a agência também acredita que o Ministério de Segurança do Estado da China reforçou o patrocínio estatal da companhia. O jornal informa que a agência de inteligência dos EUA alertou países como Grã-Bretanha, Austrália, Canadá e Nova Zelândia no início do ano sobre o caso.

A chinesa Huawei é a segunda maior fabricante de celulares do mundo em volume e líder mundial em desenvolvimento de estruturas de redes 5G, contudo, enfrenta dificuldades de ampliar sua atuação nos EUA, especialmente devido às preocupações das autoridades americanas com questões de segurança e ciberespionagem. Em 2012, o governo norte-americano proibiu empresas de utilizarem sistemas de rede da Huawei por desconfianças de que esses equipamentos possam ser usados para espionagem em prol do governo chinês.

Diante do relatório publicado no mês passado pela CIA, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, afirmou que o governo americano poderá encerrar acordos com "parceiros estratégicos importantes" que utilizam os sistemas da Huawei. Além dos EUA, países como Austrália, Nova Zelândia e Japão baniram a empresa de telecomunicações de licitações com a justificativa de ameaças à segurança.

Em nota, a Huawei afirmou que "não comenta alegações infundadas de fontes anônimas e sem apoio evidências”.