Home  >  Plataformas

Fundador do Alibaba defende jornada de trabalho de 12 horas por dia

Em fala na última semana, o bilionário chinês Jack Ma afirmou o chamado sistema "996" é uma grande bênção para os jovens

Da Redação

15/04/2019 às 16h40

Foto: Shutterstock

O fundador do grupo chinês Alibaba, Jack Ma, causou polêmica na Internet na última semana ao defender a cultura de horas extras no trabalho, afirmando que é uma “grande benção” para os jovens trabalhadores. As informações são da Reuters.

Em sua fala, que impulsionou debates on-line sobre o assunto, o bilionário defendeu a chamada jornada de trabalho “996”, que faz referência a trabalhar das 9 horas da manhã às 9 horas da noite (21h), seis dias por semana, aponta a agência de notícias.

“Pessoalmente acredito que poder trabalhar 996 é uma grande bênção. Muitas companhias e muitas pessoas não têm a oportunidade de trabalhar 996. Se você não trabalhar 996 quando é jovem, quando vai trabalhar 996?”, afirmou o executivo na conta do Alibaba na plataforma WeChat.

Além disso, o executivo, que deixará o comando da companhia no próximo mês de agosto, também afirmou que não se arrepende de ter trabalho 12 horas por dia.

“Neste mundo, todo mundo quer sucesso, quer uma vida boa, quer ser respeitado. Deixe-me perguntar a todos, se você não colocar mais tempo e energia do que os outros, como você conseguirá alcançar o sucesso que quer?”, afirmou Ma, que é considerado o homem mais rico da China, com uma fortuna estimada em 40 bilhões de dólares.