Home  >  Negócios

Google afia estratégia de nuvem com oferta multicloud diferenciada

CEO da empresa tira da manga o Anthos que permite rodar cargas de trabalho em nuvem de qualquer provedor

Déborah Oliveira

10/04/2019 às 8h09

Foto: Divulgação

No primeiro dia do Next, evento anual do Google Cloud, que acontece em San Francisco (EUA), diversas novidades em produtos para nuvem e alianças foram anunciadas, deixando claro que a gigante está empenhada em fortalecer sua presença no mercado de cloud.

O CEO do Google, Sundar Pichai (foto), abriu o evento ressaltando que a nuvem vive seu grande momento e para surfar nessa onda a companhia revelou para os mais de 30 mil participantes do encontro o Anthos, oferta para multi-cloud e cloud híbrida.

O Anthos chega para quebrar as regras do jogo quando o assunto é rodar cargas de trabalho em qualquer nuvem, seja ela do Google, ou de outros provedores do mercado. “Cloud é um dos nossos maiores investimentos”, reforçou ele, completando que a aposta da companhia em um ambiente open source é uma demanda premente dos clientes e está em linha com a necessidade por mais simplicidade e flexibilidade.

Os últimos meses têm sido intensos para o Google quando o assunto é cloud. Além de ampliar o número de regiões cobertas com sua nuvem, com expectativa de chegar a 23 em 2020, a gigante também contratou Thomas Kurian para o posto de CEO de Google Cloud.

Kurian traz na bagagem a experiência de 22 anos na Oracle e sua chegada gera a promessa de fazer com que o Google salte para o topo do ranking de fornecedores de cloud, com um foco grande em indústrias e open source.

O executivo, que completou dez semanas à frente da área, revelou que realizou visitas aos clientes para entender seus estágios de transformação digital. “Temos uma visão muito clara sobre o que queremos oferecer aos clientes que estão passando agora por uma nova fase da transformação”, contou, listando três vertentes: infraestrutura global, plataforma para transformação digital e soluções específicas para indústrias.

Ele destacou setores que estão mergulhando de cabeça na mudança, como o de saúde, gerando formas diferenciadas de interação com pacientes, e bens de consumo, como a Colgate, que usa o G Suite desde 2016 para aprimorar a colaboração.

O CEO de Google Cloud assinalou que o Anthos é um aditivo importante na estratégia de multi-cloud e nuvem híbrida e que seu DNA de operar em qualquer ambiente de nuvem é fundamental para negócios de todos os tipos, que precisam de flexibilidade para operar.

Eyal Manor, vice-presidente de Engenharia para Anthos, contou que o Anthos é chave na construção de um futuro baseado em open source. “Essa é a única forma de reduzir riscos”, contou. Segundo ele, hoje, 80% das cargas de trabalho não estão na nuvem porque empresas temem ficarem presas a um único provedor. “Com o Anthos, esse receio acaba.”

Para acirrar ainda mais a disputa nesse mercado, Kurian revelou que o Google vai ampliar o time de go to market para ajudar mais empresas a irem para a nuvem. Além disso, ele comunicou um novo modelo de precificação e subscrição e novas iniciativas com parceiros, como a SAP, para coinovação.

*A jornalista viajou a San Francisco (EUA) a convite do Google