Home  >  Plataformas

Após Oxford, MIT encerra colaborações com Huawei

Conforme comunicado em seu site, instituição de ensino também decidiu cortar laços com outra empresa china, a ZTE

Da Redação

04/04/2019 às 16h00

Foto: Shutterstock

O MIT (Massachusetts Institute of Technology) anunciou nesta semana que cortou laços com as empresas chinesas Huawei e ZTE. As informações são da Reuters.

Conforme a agência de notícias, a decisão da instituição de ensino acontece em meio a investigações realizadas pelas autoridades dos EUA sobre as companhias, que são acusadas de violarem sanções do país.

“O MIT não está aceitando novos engajamentos ou renovando os existentes com a Huawei e ZTE ou suas respectivas subsidiárias por conta das investigações federais relacionadas a violações de sanções restritivas”, afirmou a VP de pesquisas do MIT, Maria Zuber, em comunicado.

Além disso, Maria destaca no texto que as colaborações do MIT com pessoas e entidades da China, Rússia e Arábia Sauditas passarão por um processo de análise adicional a partir de agora.

Vale notar que o MIT não é a primeira instituição de ensino de grande porte a cortar laços com a Huawei. Em janeiro, a Universidade de Oxford, no Reino Unido, passou a deixar de aceitar bolsas e doações da gigante chinesa.