Home  >  Carreira

8 erros que podem te impedir de ser contratado

Especialista destaca equívocos que podem barrar suas chances de conquistar a vaga desejada

Da Redação

30/03/2019 às 10h00

Foto: Shutterstock

Nem sempre preencher todos os requisitos exigidos para uma vaga é o suficiente para se destacar na hora que um recrutador avalia tudo o que envolve uma candidatura, conforme aponta a consultoria de recrutamento Page Personnel, especializada em cargos técnicos e de suporte à gestão.

 “Um dos fatores preponderantes para um profissional que busca recolocação no mercado de trabalho é ser analítico ao construir e revisar as suas habilidades. Outros pontos que podem comprometer a candidatura e dificilmente são levados em consideração são mais sutis ainda, como as postagens em redes sociais, excesso de intimidade com o recrutador ou erros gramaticais na elaboração do currículo”, afirma o gerente executivo da Page Personnel, Lucas Oggiam.

Pensando nisso, o especialista em questão compilou uma lista com o que considera os oito erros mais comuns na busca por vagas no mercado de trabalho. Veja abaixo.

1 – Complicar o CV – Seja claro nas informações e objetivo nos desejos profissionais
Quanto mais qualificações e informações melhor, certo? Nem sempre. Um dos maiores desgastes para conseguir chegar às primeiras fases da disputa por uma vaga no mercado é o currículo prolixo e com informações irrelevantes. Tente compilar suas melhores habilidades em poucas linhas para que o recrutador possa analisar o seu currículo de forma dinâmica e rápida sem perder o interesse.

2 – Parar de investir em si mesmo

Cursos de atualização, educação continuada, cursos gratuitos online e presencial, todo conhecimento é bem-vindo. Para o recrutador é importante saber que o candidato tem interesse em evoluir profissionalmente, demonstre que você está interessado em agregar conhecimento ao seu currículo investindo em você com competências que não condizem somente aquela vaga.

3 – Postura na entrevista: a primeira imagem é a que fica na busca por recolocação
É compreensível ter alguns sinais de ansiedade ao ser analisado pelo recrutador, porém, é importante ter uma postura cordial e profissional durante uma entrevista. Evite desvios com o celular, olhar excessivamente para o relógio ou atropelar a fala do entrevistador são atitudes condenatórias. Um aspecto muito importante é chegar antes do horário marcado. Sua postura será analisada não só nas competências profissionais, mas também na sua eloquência, educação e cordialidade.

4 – Mentir

Nessas horas, exagerar sobre suas capacidades pode ser tentador, mas entrevistadores notam isso em você. Admitir que não tem determinada habilidade não deve ser visto como ponto negativo e sim como uma oportunidade para demonstrar pró-atividade. Ratifique sua vontade de absorver novos conhecimentos e seja honesto quanto as suas competências atuais.

5 – Não se preparar para uma entrevista

Leia, pesquise, pergunte sobre a vaga e empresa para qual você irá se candidatar. Mostre conhecimento sobre o momento que a empresa vive e se possível procure se informar sobre seus projetos atuais. Afinal, o recrutador estudou o seu currículo, por que você não pode fazer o mesmo?

6 – Descuido com as redes sociais
Utilizar redes sociais é parte do seu momento de lazer, mas você deve tomar cuidado com suas postagens e opiniões emitidas. Procure não ser muito taxativo ou agressivo nas redes sociais. Emita opiniões ponderadas e não compartilhe notícias de fontes duvidosas. Por mais que suas redes sociais sejam bloqueadas, você pode ter conexões que podem ser utilizadas como networking no futuro. Seja cuidadoso.

7 – O recrutador não é seu amigo

Por mais que o recrutador seja sociável, evite ser muito íntimo. Lembre-se ele é um profissional que está analisando sobre tudo a sua postura e relações humanas. Seja amigável, mas evite intimidade em excesso.

8 – Não desanime

Pode ser frustrante a quantidade de ‘nãos’, mas você precisa persistir e se mostrar aberto às chances que podem aparecer.