Home  >  Plataformas

Nova lei de direitos autorais na Europa causa polêmica com sites e apps

Mudança na regra define que empresas de tecnologia terão de pagar para usar trabalhos de artistas e publishers

Da Redação

27/03/2019 às 17h00

Foto: Shutterstock

O Parlamento Europeu aprovou nesta terça-feira, 26/3, por 348 votos a 274, mudanças significativas na lei de direitos autorais da Europa, causando polêmica com empresas de tecnologia. As informações são da Reuters.

Segundo a agência de notícias, a nova regra determina que o Google e outras plataformas on-line terão assinar acordos de licenciamento com artistas, publishers de notícias e jornalistas para utilizar os seus trabalhos.

Além disso, a mudança também prevê que aplicativos como YouTube e  Instagram terão de instalar filtros para evitar que os usuários façam upload de materiais protegidos por direitos autorais.

O chefe da divisão digital da Comissão Europeia, Andrus Ansip, elogiou o resultado da votação. “A votação de hoje garante o equilíbrio correto entre os interesses de todos os players – usuários, criadores, autores, imprensa – enquanto coloca em prática obrigações proporcionais em plataformas on-line”, afirmou.

No entanto, a medida também foi alvo de críticas por parte de companhias como Google e Mozilla e da diretora geral da Organização Europeia dos Consumidores (BEUC), Monique Goyens.

“Os consumidores terão de lidar com as consequências desta decisão. As suas preocupações foram ecoadas de forma alta e clara, mas os membros do Parlamento Europeu (MEPs) escolheram ignorá-las”, disse.