Home  >  Inovação

O espaço de trabalho precisa de um upgrade

Saiba quais tendências serão fundamentais para levar os espaços de trabalho a um novo nível

Juan Pablo Jiménez*

02/03/2019 às 10h05

Foto: Shutterstock

O espaço de trabalho precisa ser dinâmico. Flexível o suficiente para mudar e se adaptar de acordo com as necessidades do negócio e das pessoas. Por muitos anos, acreditava-se que o espaço de trabalho ideal era um escritório repleto de baias e funcionários ocupando suas respectivas mesas, concentrados, como se isso fosse sinônimo de produtividade. Há algum tempo, esses espaços vêm se tornaram abertos, principalmente com a ajuda da tecnologia. E esta trouxe uma inovação fundamental: o espaço de trabalho pode estar em qualquer lugar em qualquer dispositivo, acompanhando o profissional no bolso ou na mochila.

Com cada avanço, existem os desafios. Hoje, uma das maiores dificuldades dos espaços de trabalho é encontrar a melhor maneira de combinar a experiência do usuário com a segurança dos dados. É evidente que os funcionários esperam que a empresa ofereça uma experiência tranquila, eficiente e de qualidade. Mas, caso contrário, ainda irão procurar ferramentas que lhes permitam trabalhar da maneira personalizada, sem perceber que isso pode colocar as informações do negócio em risco. O que o departamento de TI pode fazer para resolver isso? Uma atualização no espaço de trabalho.

Existem algumas tendências que veremos crescer e que são fundamentais para levar os espaços de trabalho a um novo nível:

Machine Learning a serviço da experiência do usuário: o aprendizado de máquina é fundamental para automatizar processos e aproveitar os dados. Também pode ser útil melhorar a experiência do funcionário, por exemplo, extraindo informações importantes de sistemas complexos sem exigir que eles gastem tempo procurando métricas ou gerando painéis de controle demorados. Da mesma forma, os dados podem ser revelar quais espaços são mais ou menos utilizados na empresa, em que horas há picos de uso, que uso é dado às diferentes instalações ou tecnologias, entre outros. Essas informações podem orientar o investimento a ser feito, a remodelação que pode ser necessária e como configurar um espaço de trabalho que realmente flua de acordo com as necessidades da equipe.

Personalização para otimizar a comunicação: durante todo o nosso dia de trabalho estamos presos entre e-mails, chamadas, notificações, reuniões e muito mais. Quando você tenta se concentrar em fazer uma tarefa, com que frequência você se vê interrompido? De acordo com dados da Universidade da Califórnia, sempre que algo nos distrai do que estamos fazendo, precisamos de 23 minutos e 15 segundos para nos concentrarmos nessa tarefa de novo. Ao personalizar aplicativos de negócios para que eles forneçam apenas as informações mais relevantes, as pessoas podem ser mais produtivas, sem precisar ordenar manualmente tudo o que recebem e ser interrompido constantemente.

Automatizar para ganhar agilidade: muitas vezes os funcionários precisam gastar muito tempo para concluir tarefas repetitivas e manuais. Com o aumento da automação de tarefas no local de trabalho, as empresas têm o poder de ganhar agilidade, eliminar gargalos e liberar mais tempo para a equipe se concentrar no trabalho estratégico. As empresas podem se beneficiar da automação de tarefas, como aprovações e solicitações simples, e de fornecer informações de maneira inteligente por meio de comunicações personalizadas.

Segurança centrada nas pessoas: centralizar a estratégia de segurança no data center, na rede, nas ameaças ou nos aplicativos não é mais efetivo. A estratégia deve colocar as pessoas no centro. Ser capaz de conhecer os comportamentos dos usuários, como eles usam a tecnologia, quais são suas preferências, entre outros, é a chave para garantir a segurança das informações, sem afetar a produtividade, a experiência de trabalho e sem aplicar políticas restritivas.

Novas mudanças estão chegando nas áreas de trabalho relacionadas a ferramentas que nos permitem otimizar nosso trabalho e focar no que é realmente importante. Nesse contexto, a segurança também precisa evoluir com abordagens alinhadas às novas necessidades. Agarrar-se ao passado não é uma opção; o dinamismo dos espaços de trabalho está aqui para ficar.

* Juan Pablo Jiménez é vice-presidente da Citrix para América Latina e Caribe