Home  >  Negócios

Saiba quais são os novos contratos de 5G firmados pela Huawei

Empresa firmou contratos com operadoras da Europa, Oriente Médio e África, durante o MWC

Da Redação

01/03/2019 às 13h15

5G
Foto: Shutterstock

O 5G foi o grande centro das atenções durante o Mobile World Congress 2019 (MWC), conferência realizada nesta semana em Barcelona. A GSMA divulgou uma projeção que, na Europa, a indústria móvel pode crescer de 550 para 720 bilhões de euros até 2022 – e, até 2025, o 5G já seria 30% de todas as conexões do continente.

De olho nesse mercado, a chinesa Huawei anunciou novos contratos de 5G, firmados com operadoras da Europa, Oriente Médio e África durante o evento.

Atualmente, a Huawei tem mais de 30 contratos comerciais de 5G firmados com empresas de telecomunicações em todo o mundo, principalmente da Europa, incluindo países como Finlândia, Espanha e Reino Unido.

Primeiro contrato de 5G da Suíça

O Projeto pioneiro de 5G no país está progredindo como planejado e a rede será lançada em março deste ano, com cobertura que abrange mais de 150 cidades em toda a Suíça. Com o perfil de adotar antecipadamente novas tecnologias móveis, a Sunrise tem promovido a comercialização antecipada de 5G na Suíça. Já em dezembro de 2017, a operadora completou uma nova demonstração de negócios baseada na rede end-to-end 5G com a Huawei, que incluía realidade virtual, transmissão panorâmica de vídeo ao vivo e vídeo de definição ultra alta de 12 canais.

Cobertura nacional no Bahrein

A VIVA Bahrain, operadora de telecomunicações líder no Reino do Bahrein, assinou um MoU de lançamento de serviço 5G em âmbito nacional com a Huawei no MWC19. Este acordo complementa a conclusão bem-sucedida do projeto de preparação 5G localizado em áreas-chave em todo o Bahrein.

A VIVA Bahrain atualizará sua infraestrutura existente baseada em unidades de rádio de 5G de núcleo duplo e 4/5G e tecnologias de backhaul de alta capacidade, permitindo que seus clientes acessem serviços 5G em Bahrein até junho de 2019. Além disso, a capacidade de transmissão da rede está pronta e o hardware permitirá que eles ampliem rapidamente suas redes para atender aos requisitos de capacidade no futuro próximo.

Arábia Saudita

A Saudi Telecom Company (STC) e a Huawei assinaram contrato do “Aspiration Project”, que contempla a modernização de rede sem fio E2E e construção de rede 5G. Este contrato visa impulsionar o desenvolvimento da indústria de TIC da Arábia Saudita e apoiar a Visão 2030 do Reino e o Programa Nacional de Transformação 2020.

Na era 5G, a demanda de experiência do usuário aumentará para uma velocidade de padrão “Gbps”, ou seja, 10x mais rápido do que a experiência do usuário 4G. Para garantir a experiência tranquila do usuário ao migrar de 4G para 5G, a STC iniciou o “Aspiration Project” para redes comerciais de 5G em larga escala e atualização de redes 4G. Mais importante, a 5G cria a base forte de capacidade de TIC para a transformação digital industrial da Arábia Saudita.

Primeira rede comercial 5G na África do Sul

A operadora de rede móvel Rain, da África do Sul, anunciou o lançamento da primeira rede comercial 5G na África do Sul em parceria com a Huawei, líder global em soluções de ICT. Este movimento fez da África do Sul um dos primeiros países do mundo a lançar o 5G.

Com as soluções 5G end-to-end da Huawei, a Rain conseguiu construir a rede 5G usando seu espectro de 3.6GHz. Na primeira fase de implantação, a operadora implantou uma série de sites 5G em áreas-chave em Joanesburgo. "A rede irá fornecer velocidades de fibra, sem as complexidades de instalação, atrasos de tempo e custo de colocação de fibra em áreas sub-atendidas”, afirmou Willem Roos, CEO da Rain.

Testes de 5G na Islândia

O primeiro projeto de testes 5G a ser executado na Islândia foi assinado entre a Huawei e a operadora de celular Nova durante cerimônia no MWC19. Esta será a primeira parceria da empresa para a implantação de 5G na Islândia.

A Huawei instalou estações radiobase e roteadores 5G nas instalações da Nova, que farão testes cuidadosos que começarão por aspectos como qualidade de transmissão e segurança de rede.

Tags