Home  >  Carreira

Cresce demanda por engenheiros de blockchain

Segundo a Hired, houve aumento de 517% na demanda por engenheiros de software com habilidades de desenvolvimento de blockchain

Lucas Mearian | Computerworld EUA

01/03/2019 às 10h32

Foto: Shutterstock

De acordo com um novo relatório do site de busca de emprego Hired, houve um aumento de 517% na demanda por engenheiros de software com habilidades de desenvolvimento de blockchain no ano passado.

Em primeira análise sobre emprego somente em engenharia de software, a Hired encontrou as habilidades de desenvolvimento de blockchain classificadas nas três principais vagas de trabalho em quase todas as regiões do mundo. As habilidades de blockchain foram seguidas por engenheiros de segurança, que registrou 132% de crescimento ano a ano.

Mehul Patel, CEO da Hired, disse que o crescimento na demanda por habilidades de blockchain “ultrapassou o teto” e supera qualquer coisa que ele já viu. “É um crescimento impressionante”, disse Patel.

A Hired, sediada em San Francisco, selecionou os dados dos currículos de mais de 100 mil candidatos a emprego e ofertas de emprego de mais de 10 mil empresas que usam o site.

Os salários dos desenvolvedores de software com habilidades de blockchain chegam a US$ 157 mil (por ano) nos EUA, de acordo com o relatório. Fora dos EUA, os salários caem significativamente, mas isso é esperado, já que o salário dos engenheiros de software em geral é menor em outras regiões, disse Patel.

Em Londres, por exemplo, engenheiros de software com habilidades de desenvolvimento de blockchain ganham até US$ 90 mil; em Toronto eles ganham até US$ 75 mil; e em Paris, US$ 67 mil, de acordo com o relatório da Hired. Os salários são anuais.

Os dados do contratado não estão muito longe dos outros relatórios de empregos recentes. Por exemplo, em dezembro, a firma de pesquisa de mercado de trabalho Burning Glass Technologies relatou que as vagas de trabalho de desenvolvedor de blockchain cresceram 316% no ano passado – criando 12 mil vagas de emprego apenas nos EUA.

De acordo com a Burning Glass Technologies, o salário médio anunciado para desenvolvedores de software que exigem habilidades de blockchain nos EUA era de US$ 125 mil.

“À medida que a demanda aumenta, também aumentam os salários”, segundo o relatório da Hired.

Além disso, em dezembro, o LinkedIn revelou suas cinco principais carreiras emergentes e descobriu que o desenvolvedor de blockchain era a número um. As listas de vagas para quem consegue criar livro razão de blockchain cresceram 33 vezes em um ano, de acordo com o Relatório de Empregos Emergentes dos EUA de 2018. Bem mais atrás, em segundo lugar, estavam os engenheiros de machine learning, posições que viram um aumento de 12 vezes durante o mesmo período.

Embora a engenharia de blockchain seja a habilidade mais requisitada no mercado segund a Hired, apenas 12% dos entrevistados identificaram blockchain como a principal tecnologia que desejam aprender.

Para 51% dos entrevistados, Python é a linguagem de programação preferida, enquanto 49% citaram o Javascript. PHP foi classificado como o menos favorito, com 19%.

Outro problema que afeta o descompasso entre a necessidade de desenvolvedores de blockchain e a falta de trabalhadores disponíveis é a dificuldade em encontrar lugares que ofereçam treinamento, disse Patel. Em geral, um em cada cinco engenheiros de software é autodidata, de acordo com os dados da Hired.

“Em geral, vemos que menos da metade dos engenheiros analisados possuem graduação, e um um quinto deles frequentaram a faculdade apenas por um ano e meio. Logo, um terço de nossa base de engenharia é autodidata ou ensinado por meios não tradicionais”, disse Patel.

Quase dois terços das funções de engenharia de software na plataforma da Hired não tinham blockchain no título, mas listavam isso como uma habilidade. “Então, acho que o título em si ainda não está lá em cima, mas definitivamente as pessoas estão procurando as habilidades”, disse Patel.

Embora ainda seja relativamente raro, os programas de treinamento em blockchain começaram a surgir, e agora estão sendo oferecidos por algumas das principais universidades do nos EUA, incluindo Princeton, Stanford, UC Berkeley e MIT.

Atualmente, a maneira mais fácil e rápida de se tornar proficiente é aprender por conta própria ou participar de programas organizados por fornecedores de blockchain e grupos da indústria, como Consensys, Blockapps, Ethereum Foundation e Hyperledger.

Embora blockchain possa ser uma tecnologia relativamente nova em termos de implantações corporativas, Patel disse estar confiante de que a demanda continuará forte nos próximos anos à medida que as empresas começarem a implementar “seus incontáveis casos de uso”.