Home  >  Inovação

EDP desafia comunidade tecnológica com hackathon de R$ 20 mil

Competição visa analisar dados de parques eólicos e para criação soluções inovadoras

Da Redação

15/02/2019 às 15h10

Foto: Shutterstock

A companhia do setor elétrico EDP anunciou a realização do hackathon EDP Open Data, desafio de programação para estudantes, acadêmicos, startups e comunidade tecnológica. O desafio para os participantes é avaliar os dados operacionais das suas usinas, resolver desafios associados ao negócio de energia e encontrar soluções para problemas operacionais de turbinas eólicas.

O hackhaton garantirá ao vencedor o prêmio de 5 mil euros, que representa por volta de R$ 20 mil.

Os interessados têm até 1º de maio para desenvolver um modelo de previsão de falhas para turbinas eólicas, com o objetivo de antecipar a manutenção e, com isso, diminuir o tempo de parada das usinas de geração de energia renovável. Após o período de inscrições, os melhores participantes terão a oportunidade de apresentar os seus projetos à EDP.

O desafio de manutenção preditiva pode ser acessado na plataforma EDP Open Data, lançada recentemente pela Companhia para disponibilizar dados operacionais de seus vários negócios, reunindo informações técnicas de alguns parques eólicos e solares da EDP Renováveis. Qualquer pessoa poderá se inscrever e consultar as informações que servirão de base para o desafio, tais como geração de energia limpa, disponibilidade das turbinas e painéis, condições meteorológicas etc.

Os dados podem ser incorporados a trabalhos acadêmicos, no desenvolvimento de projetos de startups ligadas à energia, entre outros.

Para a EDP, é uma forma de estreitar o relacionamento com a comunidade científica, que se interessa por esse tipo de informação, ao mesmo tempo, busca identificar pessoas e empresas com potencial para a criação de novas ferramentas e soluções baseadas em inteligência artificial. “Acreditamos que uma das formas de continuar inovando é por meio do compartilhamento do conhecimento. Com o EDP Open Data, queremos nos aproximar da comunidade científica, promovendo a colaboração para a geração de conhecimento e de soluções disruptivas para as áreas de negócio do Grupo”, destacou Livia Brando, gestora executiva de Inovação da EDP no Brasil.