Home  >  Negócios

InoavAtiva, do Ministério da Economia, muda programa de aceleração

Objetivo das mudanças é atingir negócios mais avançados e com maior potencial de conexão com investidores e grandes empresas

Da Redação

08/02/2019 às 12h44

Foto: Shutterstock

O InovAtiva, um dos principais programas de aceleração de startups do Brasil, terá novo formato a partir de agora. As mudanças, segundo a iniciativa, visam dar mais visibilidade às startups e aumentar as oportunidades de conexão com investidores e grandes empresas.

Realizado pelo Ministério da Economia em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) e executado pela Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (CERTI), o InovAtiva Brasil já acelerou mais de 840 negócios de todas as regiões do país.

Com o novo posicionamento, o ciclo de aceleração terá uma duração de quatro meses e serão realizadas duas edições ao ano, com até 130 startups aceleradas por ciclo.

Igor Nazareth, Subsecretário de Inovação do Ministério da Economia, conta que, durante esses anos de experiência na aceleração de startups, foi possível perceber que negócios mais desenvolvidos conseguem aproveitar melhor o que o programa tem a oferecer. “Nesse ano vamos priorizar uma aceleração mais rápida e com mais oportunidades de interação entre startups e grandes empresas, visando aumentar a quantidade de negócios gerados no programa”, disse.

Natália Bertussi, Coordenadora de Startups na Unidade de Inovação do Sebrae Nacional, afirma que em 2019 o foco do programa é apresentar startups mais preparadas para o mercado. “Vamos gerar mais visibilidade, conexões e oportunidades para as startups fazerem negócios”, comenta.

Além de mentorias e conexão com investidores e grandes empresas, as startups aceleradas no programa recebem benefícios como pontuação extra em programas parceiros; descontos e pacotes de serviços de empresas e entidades parceiras, como Google, Amazon Web Services, Moskit CRM, Agendor, Pipefy, Contentools, entre outras.

Inscrições

As inscrições para o primeiro ciclo de 2019, que será realizado de março a julho, já estão abertas. Entre os dias 11 de fevereiro e 11 de março, startups que já estão realizando as primeiras vendas ou que já possuem uma base crescente de usuários poderão realizar seu cadastro neste página. O resultado será anunciado no dia 15 de abril.