Home  >  Carreira

Oracle terá entrevistas às cegas para programa de estágio

Generation Oracle conta com entrevistas às cegas e novas soluções tecnológicas de recrutamento. Inscrições vão até 4 de março

Da Redação

07/02/2019 às 18h22

Oracle - estágio
Foto: Divulgação

A Oracle anunciou o lançamento do seu programa de estágios, que terá um processo seletivo diferente. A empresa focará nos soft skills dos candidatos, em busca de pessoas com excelentes qualidades humanas, capazes de tirar o melhor proveito da inovação e de transformar o mundo.

O modelo do programa Generation Oracle foi idealizado por um grupo multidisciplinar de cinco colaboradores brasileiros da Oracle, que tiveram a oportunidade de participar de edições anteriores dos programas de estágio e trainee (eTalent & Class of).

A empresa explica que o processo não é orientado por critérios tradicionais como idade, habilidades técnicas e fluência em línguas, sendo necessário apenas o conhecimento básico do idioma inglês. Para fazer parte do Generation Oracle, os interessados devem ter nível superior ou técnico, durante a duração do programa.

Para participar, é preciso ter disponibilidade para trabalhar 35 horas por semana (ou equivalente à carga horária de estagiário), no escritório da Oracle em São Paulo.

Processo seletivo

A primeira etapa é marcada por entrevistas às cegas, com soluções tecnológicas, como inteligência artificial, chatbots, experimentação de cloud (nuvem), o que garante diversidade em todos os aspectos e uma imersão no mundo da tecnologia.

Uma vez selecionada, a pessoa começa sua jornada que durará de 13 a 18 meses. O primeiro mês, de “reconhecimento”, traz treinamentos corporativos e de habilidades-base, explorando a cultura Oracle. Entre o segundo e o 13º mês, há uma rotação pelas áreas, passando pelas estruturas principais da empresa: vendas, pré-vendas, marketing e comunicação, relacionamento com o cliente, além de consultoria, cidadania corporativa, laboratório de inovação, ecossistema de e startups etc.

A pessoa também receberá acompanhamento e será mentorada por uma comunidade formada por entusiastas do programa para dar todo suporte necessário, com possíveis visitas a outras subsidiárias e o desenvolvimento de plano de carreira. A partir do 14º mês, uma vez alocada na estrutura principal que mais tem a ver com ela, a pessoa irá desenvolver um projeto de intra-empreendedorismo junto à comunidade que a ajudou durante o programa, para também contribuir e orientar as futuras turmas do Generation Oracle.