Home  >  Negócios

BASF garante transparência e sinergia em Comex com solução da NSI

Toda a cadeia de Comércio Exterior transmite declarações diretamente conectadas aos órgãos governamentais e despachantes aduaneiros

Ideiacomm (via Envie seu Release)

07/02/2019 às 16h19

Basf
Foto: Shutterstock

A gigante BASF, que tem atuação em quase todos os setores do mercado global e atua em quase todos os países do mundo, conta com 115 mil colaboradores engajados com seu propósito corporativo. No Brasil, a BASF chegou em 1955 e realiza uma média de 500 processos de importação por mês.

Dentro desse cenário, a empresa optou por utilizar o ECOMEX, plataforma de comércio exterior da NSI, após abertura de concorrência, com cinco outros players. A escolha pela NSI se deu, depois de algumas apresentações para a BASF e após longas reuniões a fim de que todas as dúvidas fossem esclarecidas, até que ficou muito claro como seria o projeto, prazos e entregas. Antes do ECOMEX a BASF se dividia em controles manuais e longos anos de projetos malsucedidos.

O go-live da primeira fase do projeto se deu em outubro desse ano. “Já é possível ter uma percepção clara de que a escolha pela NSI nos trouxe benefícios, hoje toda nosso ecossistema de Comex já consegue transmitir declarações diretamente conectadas aos órgãos governamentais, fato esse que nunca vivemos, nossos despachantes aduaneiros já atuam com prontidão no ECOMEX”, pontua o gerente sênior de importação e exportação da BASF, Rodrigo Silva.

O projeto do ECOMEX na BASF é pioneiro em cloud no mercado e um dos pontos que facilitaram também a escolha pela NSI é que a solução de comércio exterior está hospedada na Alemanha, na mesma cidade onde fica a matriz da BASF, por meio de uma parceria entre NSI e Oracle.

Rodrigo afirma que a NSI conseguiu fazer o avião decolar. “Eu vejo nitidamente que é uma parceria genuína, a qual existe colaboração efetiva. A NSI é uma empresa altamente bem estruturada e nos trouxe respaldo necessário para lidar com nossa frustação anterior de projetos malsucedidos”.

“Para a NSI é uma grande satisfação poder cooperar com os processos de comércio exterior da BASF, mais do que isso, de entregar um projeto personalizado para a multinacional”, pontua o Gerente de Projetos da NSI, Airton Angelelli.

O CPO da NSI comenta sobre os benefícios da parceria estabelecida entre NSI e BASF, “desde o começo sabíamos que o cliente já havia se frustrado demais com projetos passados. Acredito que a NSI soube criar uma sólida parceria com o cliente, atuando em um cenário complexo e entregando além do ECOMEX, a tranquilidade de um projeto bem conduzido”. Finaliza Barros.

Tags