Home  >  Negócios

iFood dobra número de pedidos e planeja expansão com mil contratações

Nos últimos 4 meses, 650 profissionais já foram contratados - 100 são da área de Tecnologia

Da Redação

05/02/2019 às 19h03

iFood
Foto: Divulgação

O iFood, aplicativo de delivery de comidas, registrou a marca recorde de 14,1 milhões de pedidos mensais em janeiro - 500 mil diários -, o que representa mais do que o dobro do mesmo período do ano anterior - além de 10.8 milhões de usuários.

Em paralelo ao crescimento do volume de pedidos, a empresa planeja expansão e estima a contratação de 1 mil novos colaboradores neste ano. Nos últimos quatro meses, 650 profissionais já foram contratados - destes, 100 são da área de Tecnologia.

Recentemente, a empresa recebeu o maior aporte de uma empresa de tecnologia da América Latina, no valor de US$ 500 milhões, por meio da Movile, com os braços de investimentos Naspers e Innova Capital.

Fabrício Bloisi, CEO da Movile - dona da marca iFood -, diz que acredita muito no potencial do mercado brasileiro. " A Movile tem como propósito impactar positivamente a vida de 1 bilhão de pessoas, e o iFood é parte essencial desse desafio. Para isso continuar expandindo os negócios do iFood com foco em tecnologia, inteligência artificial e logística", disse.

Já Carlos Moyses, CEO do iFood, destaca que o mercado de delivery ainda tem muito espaço para crescer e o foco é continuar protagonizando essa revolução. "Impulsionar essa transformação significa desenvolver, de fato, todo o ecossistema de food delivery e melhorar a vida de todos os públicos, gerando oportunidades e melhor experiência aos consumidores, restaurantes, entregadores, além de produtores e distribuidores de embalagens e insumos", comentou.

Agora, o desafio da empresa é aproveitar a grande base de dados e os mais de 1,4 mil "FoodLovers" no Brasil para continuar sua expansão. Pensando nos consumidores, o iFood está ampliando o número de restaurantes, oferecendo opções de alimentação para todos os momentos do dia, gostos e preços.

Para os restaurantes, a prioridade é oferecer soluções de gestão, logística e pagamentos. Os entregadores também são parte fundamental do negócio. Por isso, o iFood também está investindo em tecnologia para diminuir o perímetro de entrega entre restaurantes e consumidores, garantindo que os entregadores estejam disponíveis para atender a demanda de cada área e a qualidade da refeição recebida pelos consumidores.

O objetivo da companhia é reduzir o tempo de entrega, já que o entregador não precisará retornar ao restaurante para devolver a maquininha de cartão. "Com a expansão desse serviço, a previsão é que tudo fique cada vez mais rápido. Quando um restaurante contrata o serviço de entrega com o iFood, ele não precisa esperar o entregador voltar para enviar outro pedido. Ele pode simplesmente acionar a nossa base, que irá encontrar outro entregador que esteja disponível. Com isso, o tempo de deslocamento entre o entregador e o restaurante diminui bastante", completou Bloisi.

Tags