Home  >  Carreira

Português assume comando da Ironhack no Brasil

Tiago Mesquita tem missão de expandir a operação da escola de programação no País

Da Redação

04/02/2019 às 14h47

Foto: Divulgação

O português Tiago Mesquita é o novo general manager da escola de programação Ironhack no Brasil. No posto mais alto do país, o executivo chega com a missão de transformar a unidade brasileira na mais rentável operação mundial do grupo.

O momento é de expansão. Após receber investimento de US$ 3 milhões para ampliar a rede e inaugurar sua primeira unidade no Brasil em 2018, a empresa espanhola conta globalmente com mais de 2 mil estudantes de 70 nacionalidades diferente treinados em apenas cinco anos de atuação.

Mesquita destaca que São Paulo possui o maior ecossistema de inovação e tecnologia na América Latina. "Portanto, o potencial de crescimento da escola é extremamente alto na cidade, uma vez que nos próximos anos o mercado de trabalho tende a demandar cada vez mais profissionais qualificados em Desenvolvimento Web, UX/UI Design e Data Analytics. Considerando esta conjuntura, estamos convencidos de que podemos tornar o Brasil no país com maior faturamento e maior número de alunos formados em curto prazo", disse.

Na capital paulista, os primeiros cursos foram iniciados em outubro do ano passado. Foram lançadas duas turmas de Desenvolvimento Web, no formato full-time e part-time, recebendo mais de 25 alunos no total. Para 2019, estão previstas a abertura de diversas turmas de Desenvolvimento Web, UX/UI Design e Data Analytics, em ambos os formatos. O objetivo é formar mais de 200 profissionais no primeiro ano de operação.

Perfil

Formado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores pela Universidade do Porto, em Portugal, e MBA de Gestão e Administração de Empresas pela INSEAD, na França e em Singapura, Mesquita acumulou mais de sete anos de experiência em empresas como McKinsey & Company e Bain & Company na área de marketing e vendas, com enfoque em negócios digitais, apoiando clientes de diferentes setores em diversos países da América Latina, além de Portugal e Espanha.