Home  >  Plataformas

Startup Portal Telemedicina usa Google Cloud para diagnósticos a distância

Empresa participou de duas edições do programa de aceleração do Google

Da Redação

22/01/2019 às 16h15

Foto: Shutterstock

A Portal Telemedicina, startup brasileira fundada em 2014 que oferece uma plataforma on-line na qual clínicas pequenas ou em regiões remotas do país podem enviar exames para especialistas avaliarem e enviarem o diagnóstico pela internet, utiliza a Google Cloud Platform (GCP) e tecnologias de machine learning do Google para fornecer diagnósticos rápidos e precisos a distância.

A empresa participou de duas edições do programa de aceleração do Google, o Launchpad Accelerator e o
Launchpad Studio, o que ajudou a empresa a aprimorar sua tecnologia, além de impulsionar seus negócios.

A parceria possibilita que, na cidade de Coari, a 444 quilômetros de Manaus (Amazonas), uma pequena clínica consiga oferecer diagnósticos com a ajuda de médicos especialistas de grandes cidades, como São Paulo.

Ferramentas

A empresa utiliza interfaces de programação de aplicativos (APIs) do Google Cloud para encriptar os dados dos pacientes e armazená-los na nuvem. Além disso, a startup adotou o ML Engine para treinar seus algoritmos para detectar doenças em exames, o que permite ao sistema classificar a fila de diagnóstico conforme a urgência. Assim, os especialistas podem identificar quais casos são mais urgentes e, assim, priorizar o atendimento.

Rafael Figueroa, cofundador e CEO da Portal Telemedicina, comenta que as tecnologias permitem acelerar o processo de diagnóstico, assim, exames que demoravam dias para receber um laudo médico são entregues em poucos minutos por alguns dos melhores especialistas do país. "Estamos crescendo e operando em grande escala por causa do Google Cloud e hoje já geramos cerca de 3 mil laudos diariamente com uma equipe de 30 médicos. Além do Brasil passamos a atender a Angola, na África, e pretendemos ampliar nossa atuação, chegando até os Estados Unidos e a Europa", destacou.

Para Ricardo dos Santos Faria, médico e proprietário do Centro de Medicina Ocupacional de Coari, município do interior do Amazonas, somente a combinação da tecnologia e da medicina pode melhorar a qualidade de vida e direcionar o tratamento correto de pacientes em comunidades distantes. "Temos mais de 200 vilas e aqui só é possível sair de avião ou de barco. Com a tecnologia e a parceria com a Portal Telemedicina pudemos montar a clínica e abrir as portas para um outro mundo, ultrapassando as barreiras locais da falta de profissionais especializados e de infraestrutura", disse Faria.