Home  >  Negócios

SPIC Brasil adota SAP S/4 Hana para suportar crescimento no País

Empresas afirmam ser primeiro caso de uso da mais recente versão do ERP no setor de geração de energia no Brasil

Da Redação

11/01/2019 às 13h19

Foto: Shutterstock

A SPIC (State Power Investment Corp), quinto maior grupo de energia da China, adotou a última versão do sistema de ERP da SAP, o S/4 Hana, no Brasil. Segundo as empresas, trata-se do primeiro caso de uso no mercado de geração de energia no País.

O projeto foi batizado de "Integra+", nome atribuído pelos próprios funcionários por meio de um concurso interno, integrando os times e trabalhando de forma colaborativa desde o início de sua implementação.

Adriana Waltrick, CEO da SPIC Brasil, destaca o pioneirismo da companhia ao adotar a moderna ferramenta. "A implementação tornou-se necessária para suportar o crescimento que planejamos para os próximos anos no país, que demandará maior controle, automatização, agilidade e assertividade nos processos", comentou.

Time multifuncional

Para sua implementação, foi criado internamente um time multifuncional com três pilares de atuação para o desenvolvimento do projeto: técnico, liderado pela gestão de TI; funcional, gerenciado por controladoria; comunicação e gestão da mudança, com liderança da gestão de comunicação e RH da empresa, que permitiu valorizar o fator humano no sucesso do projeto.

O projeto é resultado de quase um ano de trabalho dos times multifuncionais. Para o Go Live, os funcionários passaram por rodadas de workshops para aprender como utilizar ao máximo o potencial do novo sistema e como lidar com as mudanças e desafios profissionais que a implementação iria requerer, além de terem sido constantemente informados sobre o andamento do projeto e próximos passos em canais de comunicação interna.