Home  >  Inovação

99 adota machine learning para monitorar chamadas

Aplicativo baseado em inteligência artificial reduz em 82% de situações de risco

Da Redação

20/12/2018 às 16h20

Foto: Shutterstock

A empresa de mobilidade 99 apostou no uso de inteligência artificial para aumentar a segurança de seus serviços. A companhia desenvolveu uma tecnologia baseada em machine learning que monitora chamadas e identifica padrões de comportamento que estão associados a incidentes.

Com o sistema de inteligência artificial desenvolvido para detectar chamadas perigosas e prever incidentes antes mesmo que eles aconteçam, a empresa conseguiu reduzir em 82% de situações de riscos nacionalmente em 2018.

A tecnologia, desenvolvida por engenheiros, programadores e cientistas de dados da 99, foi criada em 2017, com o objetivo de melhorar cada vez mais a segurança dos passageiros e motoristas. Neste ano, a companhia aprimorou a ferramenta com a inserção de novas funcionalidades e padrões de comportamento mais refinados.

A inteligência artificial da 99 funciona por meio do monitoramento automático de todas as chamadas da plataforma. O algoritmo verifica padrões de comportamento de pessoas mal-intencionadas e bloqueia as chamadas de risco. O foco é na prevenção.

Na prática, o sistema vasculha milhões de corridas e identifica padrões de comportamento que estão associados a incidentes (como horário, modo de pagamento e histórico do usuário). Ao mesmo tempo, monitora cada uma das chamadas em busca desses parâmetros. Caso os encontre, o algoritmo realiza o bloqueio automático ou pede uma validação adicional de identidade, solicitando dados adicionais ao usuário.

Leonardo Soares, Diretor de Segurança da 99, destaca que a inteligência artificial da 99 está focada na prevenção e a diminuição dos incidentes são a prova de que estamos no caminho certo. "Usando a tecnologia podemos evitar casos antes mesmo que eles aconteçam", comentou.