Home  >  Plataformas

CI&T apoia Cielo em criação de cartão para clientes não bancarizados

Empresas trabalharam juntas e equipes multidisciplinares desenvolveram a solução em apenas 90 dias

Da Redação

18/12/2018 às 16h58

Foto: Shutterstock

A empresa brasileira de tecnologia CI&T foi escolhida pela Cielo como parceira para desenvolvimento de um projeto para criação de uma solução com foco em clientes não bancarizados, que precisavam de uma alternativa para receber os pagamentos das vendas de seus produtos ou serviços.

Após mapeamento do cenário, as empresas criaram equipes multidisciplinares estruturadas em SQUADs, (unidades de trabalho multidisciplinares com mindset voltado à criação de produtos e soluções, além de eventuais aprimoramentos internos), com cerca de 15 profissionais de áreas estratégicas das duas empresas. O processo incluiu uma pesquisa em campo para ouvir e entender os pequenos empresários. Os dados contribuíram para alimentar a cadeia de valor do cliente da Cielo.

Em 90 dias, o SQUAD criou um Produto Mínimo Viável (MVP) para implantação imediata e a nova solução já estava no ar: o recebimento por meio de cartão pré-pago da Cielo para pessoas não bancarizadas.

Com a nova solução, os valores são acumulados na conta do empreendedor, que pode gastá-los como desejar - o cartão é aceito em mais de 3 milhões de estabelecimentos. Com o recebimento via cartão pré-pago, os clientes também podem consultar saldo e extrato no aplicativo e no site da Cielo, realizar saques nos mais de 21 mil terminais da rede do Banco24horas, usar os créditos em lojas virtuais e fazer transferências para qualquer titularidade por meio de TED e DOC. Vale destacar ainda que o cartão não possui anuidade, nem cobrança de mensalidade e fatura.

Luis Molan, diretor executivo da CI&T, destaca que a formação de equipes integradas e multidisciplinares, em SQUAD, foi essencial para acelerar inovações, desburocratizar processos e eliminar gargalos. "O modelo passou a ser referência e tem sido utilizado para levar a cultura lean digital para outras áreas da Cielo", disse.

Já Danilo Zimmermann, diretor executivo de Tecnologia e Projetos da Cielo, lembrou que hoje no Brasil são cerca de 60 milhões de pessoas não bancarizadas. "Queremos democratizar a oferta da Cielo e permitir o credenciamento de empreendedores que não tem conta em banco. É uma opção de recebimento de vendas segura e prática e que facilita a vida do cliente”, destacou.

Tags