Home  >  Plataformas

iFood reduz em 60% custos de atendimento com uso de WhatsApp Business

App está utilizando a ferramenta desde março e tem como objetivo transformar o WhatsApp em seu principal canal de comunicação

Da Redação

17/12/2018 às 12h25

Foto: Shutterstock

O iFood registrou 60% de redução de custos com atendimento ao consumidor após implementação de atendimento via WhatsApp Business, ferramenta do maior aplicativo de mensagens do mundo voltada para negócios.
O aplicativo de delivery de comidas utiliza a tecnologia desde março, com projeto e implementação da Wavy, empresa do grupo Movile que reúne mensageria, conteúdo e outros negócios com operadoras de telefonia móvel e TVs.
Segundo cálculos da companhia, houve quase 60% de redução de custo na ativação de novos restaurantes. "O principal valor que percebemos foi sem dúvida a penetração de mercado. Hoje, conseguimos um engajamento muito maior tanto com os estabelecimentos, quanto com os clientes. A comunicação por WhatsApp é a garantia de que a mensagem vai chegar ao destino", destacou Matheus Meira, Gerente de Marketing CRM do iFood.
Em parceria com a Wavy, o iFood utiliza a API do WhatsApp em grande parte de seu ecossistema de comunicação: ativação de novos parceiros, captação de leads, recuperação de carrinho abandonado e até de clientes inativos, divulgação de novas funcionalidades e oportunidade para restaurantes parceiros.
"O iFood é hoje líder em seu segmento em toda a América Latina, e poder fazer parte do crescimento de uma marca que conta com mais de 390 mil pedidos por dia é extremamente satisfatório. A Wavy, sendo uma das primeiras empresas no mundo a ter acesso a essa tecnologia, teve a chance de, na abertura oficial para todo o mercado, trazer um produto já testado e pronto para uso com alto nível de retorno", garante Bruna Maggion, Head de Marketing da Wavy.
O WhatsApp é um dos principais canais de comunicação do iFood com o objetivo de deixar livre para o cliente/parceiro escolher o melhor ponto de comunicação para cada um além de planos para conectar outras áreas, operações e serviços no canal. "Vivemos intensamente essa era da transformação digital e buscamos ficar sempre à frente em nosso segmento e assim estarmos preparados para as novas demandas do mercado e exigências dos clientes", finalizou Meira.

Tags