Home  >  Carreira

Bacharelado em Computação: saiba quais são os principais cursos

Saiba quais são as diferenças e objetivos de cada currículo para formação de profissionais de TI no Brasil

Da Redação

17/12/2018 às 11h32

universidade
Foto: Shutterstock

Carreiras de Tecnologia da Informação (TI) são uma das que mais sofrem com a falta de profissionais qualificados no mercado.

Com um cenário promissor, os investimentos de organizações de todos os portes em transformação digital devem aumentar de forma significativa em 2019, o que intensifica a necessidade de formação de mão de obra. Segundo estimativas da IDC, o gasto de transformação digital deverá atingir US$ 1,7 trilhão em todo o mundo, aumento de 42% em relação a 2017. A consultoria aponta também que, na América Latina, os aportes financeiros deverão chegar a US$ 57 bilhões até 2020, gerando cerca de 450 mil postos de trabalho na área.

Com o intuito de ajudar os estudantes que buscam ingresso em um curso superior, seja por meio do Enem ou de vestibulares, a Sociedade Brasileira de Computação (SBC) dedica a 38ª edição da Revista Computação Brasil, disponibilizada na versão digital, aos currículos dos cursos oferecidos em todo o território nacional e faz um apanhado detalhado das diversas opções.

Além dos cursos de bacharelado em Ciências da Computação, Engenharia da Computação, Sistemas de Informação, Engenharia de Software e Licenciatura em Computação, universidades no Brasil oferecem uma extensa lista de Cursos Superiores em Tecnologia (CST).

A SBC detalha os principais cursos de Bacharelado em Computação:

Ciência da Computação

Este é o curso para quem quer uma formação de grande abrangência na área de Computação. Para quem quer conhecer a Computação por inteiro, em todas as suas possibilidades de aplicação. Por conta disso, os cursos de Ciência da Computação possuem conteúdos de fundamentos matemáticos, teoria da Computação e de tecnologias da Computação (Banco de Dados, Engenharia de Software, Redes de Computadores, Inteligência Artificial, Interação Humano-Computador entre várias outras) voltados para o desenvolvimento de soluções para problemas complexos em qualquer domínio de conhecimento.

Engenharia de Computação

Internet das Coisas, Indústria 4.0, cibernética, automação industrial... O Engenheiro de Computação é um profissional que desenvolve uma ampla formação teórica e prática, que emprega princípios e técnicas da Eletrônica e da Computação para o desenvolvimento de sistemas que integram hardware (físico) e software (lógico). Com o foco na inovação, o engenheiro analisa e desenvolve soluções computacionais aplicadas às mais diversas áreas, tais como: segurança cibernética, comunicação, automação, inteligência artificial, biomedicina, entre outras. O engenheiro de computação irá desenvolver novas formas de automatizar trabalhos atualmente realizados por seres humanos, e pensar neste aspecto e seus impactos faz parte da formação.

Sistemas de Informação

Os cursos de Sistemas de Informação são os ideais para quem quer o desafio de resolver problemas organizacionais e sociais com o uso da Computação e de suas tecnologias associadas (Tecnologia da Informação). O profissional do curso de Sistemas de Informação é aquele que possuirá alta capacidade crítica para analisar contextos em empresas e na sociedade em geral e sólidos conhecimentos da Computação para sugerir as melhores alternativas tecnológicas para apoiar, inovar e resolver problemas nestes contextos. São profissionais com alta visão aplicada da Computação, que atuarão principalmente na gestão, desenvolvimento, aplicação e avaliação de Sistemas de Informação em empresas e na sociedade em geral sempre com visão crítica, criativa, sistêmica e interdisciplinar.

Engenharia de Software: Desenvolvimento Sistemático com Qualidade

Software é um componente presente em quase tudo o que você usa atualmente - celulares, computadores, TVs, nos bancos, nas escolas, nas empresas - software é o código que faz com que você seja capaz de interagir com tudo isso, ele precisa ter alta qualidade e ser produzido em tempo hábil. Os cursos de Engenharia de Software formam profissionais com alto grau de especialização em métodos, técnicas, ferramentas e modelos para um processo sistemático de produção de software com garantia de qualidade. Capacitam profissionais para a gestão do processo de produção que permitam o cumprimento de prazos e custos, livre de riscos, e desenvolve também habilidades na compreensão dos diversos domínios de aplicação do software e no entendimento dos fatores humanos que estão relacionados ao seu uso, sobretudo no design de interfaces.

Licenciatura em Computação

A Licenciatura em Computação (LC) forma professores para o exercício da docência em Computação na Educação Básica Regular, Profissional, Tecnológica e Corporativa e para atuar no projeto, desenvolvimento, avaliação e gestão de sistemas educacionais e tecnologias contemporâneas, relacionadas à computação articulada à educação. A educação em Computação, nos níveis básico e superior, tem causado profundos impactos sociais, econômicos e científicos. Cada vez mais, cidadãos precisam pensar computacionalmente na resolução de problemas – habilidade chamada de pensamento computacional. Cresce a importância da LC, visando à formação de docentes na educação básica com a competência de promover o desenvolvimento do pensamento computacional, aliado a outros conteúdos da Computação.

Marcos Pontes

Cursos Superiores de Tecnologia

Os Cursos Superiores de Tecnologia em Computação têm como objetivo formar profissionais aptos a atuar em um eixo tecnológico específico, mas não se trata de um curso técnico. São cursos de graduação que têm objetivos abrangentes, exigem o desenvolvimento de competências complexas e conhecimento tecnológico aprofundado em áreas mais específicas como, por exemplo: Banco de Dados, Redes, Jogos Digitais, Defesa Cibernética, entre vários outros.