Home  >  Plataformas

Videocolaboração ganha espaço como opção para produtividade

Estudo da Forrester Consulting mostra que 84% das empresas usam mais de um aplicativo de videoconferência baseado em nuvem

Da Redação

14/12/2018 às 18h38

Foto: Shutterstock

Em meio às dificuldades de locomoção em grandes centros urbanos e um mundo cada vez mais globalizado, soluções de videocolaboração tem ganhado espaço em empresas. Estudo da Forrester Consulting, encomendado pela Polycom, aponta que 74% dos entrevistados dizem que as chamadas de videoconferências aumentaram nos últimos dois anos.

Ainda, 84% relataram o uso de duas ou mais soluções de videoconferência baseadas em nuvem, enquanto 78% apontaram ter dois ou mais terminais de videoconferência em suas salas de conferência.

Com os resultados do levantamento, os analistas descobriram que a maioria das empresas pesquisadas está usando vários fornecedores para terminais de videoconferência e para aplicativos de vídeo na nuvem; e que a complexidade está aumentando, e não diminuindo, à medida que novas soluções continuam a surgir no mercado.

O estudo mostrou que 96% dos entrevistados já enfrentam desafios ao gerenciar suas soluções de videoconferência. O resultado: uma rede de serviços para profissionais de TI gerenciar, experiências de usuário ruins e frustração crescente para TI e funcionários. De acordo com um outro estudo da Forrester sobre a qualidade das chamadas, aquelas que iniciam com atraso em relação ao horário agendado podem custar a uma empresa mais de US$ 1 milhão em perda de produtividade por ano.

Tarun Loomba, vice-presidente executivo de gerenciamento de produtos e soluções da Plantronics, comenta que os clientes confiam na videoconferência para tornar os funcionários mais interativos, colaborativos e eficientes - a tecnologia e os serviços que eles usam precisam simplificar, não complicar a experiência, mas isso só pode acontecer se a videoconferência for simples, fácil e com experiência consistente.

Impactos na TI

O estudo aponta também que os profissionais de TI estão enfrentando aumento de custos e desafios no gerenciamento de vários sistemas de videoconferência baseados em nuvem. Esses desafios incluem dificuldade de conexão de salas de conferência, causando atraso no início da reunião, baixa qualidade de chamadas e experiências de usuário inconsistentes. Para combater especificamente os desafios de produtividade, 77% dos profissionais de TI desejam uma interface de usuário e experiência consistentes nos sistemas de videoconferência.

A flexibilidade para os profissionais de TI foi outro fator importante identificado. Com 68% das empresas presenciando aumentos no número de aplicativos de videoconferência usados em sua infraestrutura, 67% desejam maior flexibilidade de todas as soluções para funcionários e parceiros. A flexibilidade é fundamental para a produtividade, já que o ritmo de inovação no espaço de colaboração está em alta com novos concorrentes, soluções e recursos chegando ao mercado em um ritmo acelerado.