Home  >  Plataformas

Microsoft Teams ganha espaço entre chats corporativos

Ele é o segundo aplicativo mais usado, à frente do Slack, segundo pesquisa

Matthew Finnegan | Computerworld EUA

13/12/2018 às 11h23

Foto: Divulgação/Microsoft

Dois anos após o lançamento, o Microsoft Teams está superando seu rival, o Slack, grande parte graças à disponibilidade gratuita como parte das assinaturas do Office 365, segundo uma pesquisa com 900 tomadores de decisão de TI na América do Norte e na Europa, conduzida pela consultoria Spiceworks.

Os resultados indicam que o Teams é agora o segundo aplicativo de bate-papo comercial mais popular, usado por 21% dos entrevistados, acima dos 3% em uma pesquisa similar da Spiceworks em 2016. Isso o coloca à frente do Slack (terceiro lugar), usado por 15% das empresas pesquisadas.

A ferramenta mais popular é outro aplicativo da Microsoft, o Skype for Business, que é usado por 44% das empresas pesquisadas, acima dos 36% de dois anos atrás. Outro rival, o Google Hangouts (agora Google Hangouts Chat), por sua vez, caiu para 11%, contra 16% há dois anos. O Facebook Workplace permaneceu em 1%, enquanto as estatísticas das equipes da Webex da Cisco (anteriormente, Cisco Spark) não foram fornecidas.

Além disso, o relatório afirma que o Teams está preparado para o crescimento mais rápido de todos os aplicativos de bate-papo nos próximos dois anos. A pesquisa indica que 41% dos entrevistados esperam usar a plataforma até 2020, em comparação com 18% para o Slack.

O crédito para o crescimento da Microsoft Teams reside na sua disponibilidade nas assinaturas do Office 365. O pacote de produtividade de escritório é usado por 155 milhões de empresas em todo o mundo, colocando o Teams nas mãos de um grande público.

"O aumento no uso provavelmente é influenciado pelo fato de estar disponível sem nenhum custo adicional para os usuários do Office 365", escreveu a Spiceworks em um post. "E considerando que mais da metade das empresas usa o Office 365, as organizações são atraentes para dar uma chance às equipes".

A inclusão no Office 365 é apenas um fator no crescimento das equipes, de acordo com Larry Cannell, diretor de pesquisa do Gartner. “Mais importante, ao substituir o Skype for Business Online, a Microsoft pode introduzir o Teams a muitos clientes. Como resultado, as organizações de TI estão se esforçando para encontrar a melhor maneira de implantar as equipes com sucesso e sustentabilidade”.

O Teams foi revelado em 2016 como um rival do Slack e, desde então, foi colocado no centro da estratégia de comunicação e colaboração da Microsoft, substituindo o Skype for Business ao longo do tempo. A Microsoft também lançou uma versão gratuita do Teams, em uma tentativa de atrair uma base de usuários fora dos assinantes do Office 365.

Agora, o serviço é usado por 329 mil organizações em todo o mundo, informou a Microsoft, ante 125 mil há um ano. "Isso é cerca de duas vezes a taxa [de crescimento] que vemos no Slack", disse Frank Shaw, vice-presidente corporativo de comunicações da Microsoft.

A Microsoft não forneceu o total de usuários ativos diariamente para o Teams, ao contrário do Slack, que reúne 8 milhões de usuários ativos diariamente, incluindo 3 milhões de usuários pagos. Slack se recusou a comentar o relatório da Spiceworks.

De acordo com Cannell, embora a Microsoft tenha certos pontos fortes devido aos relacionamentos existentes, as implantações corporativas de aplicativos de bate-papo em equipe ainda estão em um estágio inicial. "Estamos apenas começando a introduzir ferramentas de colaboração empresarial realmente boas. A Microsoft não é uma vencedora garantida aqui, mas seu sucesso nos espaços de aplicativos de e-mail, mensagens instantâneas e produtividade certamente influencia as decisões da empresa."

De acordo com a Spiceworks, o Skype for Business e o Microsoft Teams são usados com mais frequência por empresas de grande e médio porte, enquanto o Slack é comumente implantado por organizações menores.

Também mostra que, embora o e-mail ainda seja a ferramenta de comunicação mais popular no local de trabalho (usada por 99% dos entrevistados), a demanda geral por aplicativos de bate-papo corporativos continua a crescer. A adoção é maior entre as grandes organizações (70%, comparado a 53% em 2016), seguida pelas empresas de médio porte (61%, ante 38%) e, finalmente, pequenas empresas (58%, acima dos 42%). .

Fonte: Matthew Finnegan – ComputerWorld