Home  >  Negócios

Fico adquire a GoOn, consultoria brasileira de gestão de risco

Consultoria conta com clientes dos setores de serviços bancários, varejo, cartões de crédito, empréstimos estudantis, seguros e imobiliários

Guilherme Borini

13/12/2018 às 13h09

aquisição
Foto:

A fornecedora de soluções de análises preditivas Fico anunciou a aquisição da GoOn LLC, consultoria brasileira de gestão de risco.

Fundada em 2002, a GoOn fornece consultoria de risco para todo o ciclo de vida do crédito ao consumidor. A companhia conta com clientes dos setores de serviços bancários, varejo, cartões de crédito, empréstimos estudantis, seguros e imobiliários. Além disso, já treinou mais de 12 mil profissionais de gestão de crédito em empresas brasileiras. Os consultores e demais funcionários da GoOn continuarão como parte da Fico.

Fernando Manfio, fundador da GoOn, explica que a missão da empresa é promover a evolução da gestão de crédito no Brasil, combinando conhecimento técnico e humano para produzir impactos sociais e financeiros positivos. "Como parte da FICO, traremos profundidade técnica ainda maior para os concessores de crédito brasileiros, bem como analíticos mais avançados. Teremos um papel ainda maior em tornar o mercado de crédito brasileiro mais maduro e bem-sucedido, e continuaremos atuando com a mesma conexão e confiança, e uma metodologia de consultoria ainda melhor no mercado de crédito", disse Manfio.

Alexandre Graff, General Manager da Fico para América Latina, destacou que a GoOn construiu uma forte reputação de excelência de crédito, com base na enorme experiência e conhecimento de seus consultores especializados. "Estamos orgulhosos de trazê-los para a nossa equipe e fornecer seus conhecimentos sobre as melhores práticas para nossos clientes. À medida que crescemos no Brasil e em toda a América Latina, nossos clientes exigem o tipo de consultoria de nível global que a GoOn oferece", comentou.

Os termos do acordo não foram divulgados e a transação não deve ter impacto efetivo sobre os resultados financeiros da Fico em 2019, informa a companhia.