Home  >  Negócios

Odata conquista três novas certificações para data centers em nove meses

Empresa agora tem ISO 9001, ISO/IEC 20000-1, ISO/IEC 27001 e usará sistema de gestão integrada

Da Redação

11/12/2018 às 13h19

data center
Foto: Shutterstock

A provedora de infraestrutura de data center Odata conquistou, em nove meses, três novas certificações para seu serviço principal, o Colocation: ISO 9001, ISO/IEC 20000-1 e ISO/IEC 27001. Ainda, a empresa anunciou a criação de um sistema que garante gestão e processos de qualidade, melhores práticas do mercado e segurança de informação, e novo sistema será replicado para os data centers que serão inaugurados em breve.

Ricardo Alário, CEO da Odata, comenta que a empresa é jovem em um mercado competitivo. "Sabemos que a agilidade nos ajuda a estar a frente. Além de estamos aderentes aos requisitos de mercado e das normas ISO, o sistema desenvolvido nos ajudará na escalabilidade de nosso negócio e será aplicado nos novos data centers que vamos inaugurar, um deles na Colômbia que será inaugurado em 2019, onde já investimos mais de US$ 100 milhões", disse.

Certificações

A certificação ISO 9001 tem como objetivo estabelecer os processos de Gestão da Qualidade da organização e designa um grupo de normas técnicas que estabelecem um modelo de Gestão da Qualidade para organizações em geral, qualquer que seja o seu tipo ou dimensão. Já a ISO/IEC 20000-1 é a primeira norma editada pela ISO (International Organization for Standardization) sobre gerenciamento de qualidade de serviços de TI (Tecnologia da Informação) e tem como foco principal estabelecer as melhores práticas de gerenciamento de serviços de TI. E as normas da família ISO/IEC 27000 tratam do Sistema de Gestão de Segurança da Informação (SGSI) e tem como meta estabelecer controles internacionais de Segurança da Informação.

Bruno Pagliaricci, CTO da Odata, destaca que a companhia se tornou a única no mercado brasileiro de colocation a possuir as três certificações. "Essa conquista só foi possível pelo alto comprometimento da direção, trabalho preciso da equipe da qualidade, treinamentos contínuos e, principalmente, o engajamento de todos os nossos colaboradores e profissionais contratados. Foram cerca de 80 pessoas no total e a escolha de ferramentas corretas de gestão e do DQS como empresa certificadora foram fundamentais", afirmou.