Home  >  Negócios

Solinftec inicia operações nos EUA

Empresa brasileira aposta em internacionalização para exportar produtos de IoT

Da Redação

05/12/2018 às 17h49

Foto: Shutterstock

A Solinftec, fornecedora de tecnologias para o agronegócio, anunciou o início das operações nos EUA, com um escritório na Purdue University, em Indianápolis.

A empresa, que cresceu rapidamente na América Latina tornando lavouras de cana de açúcar e outras plantações mais eficientes, aposta em tecnologias de internet das coisas (IoT)

Daniel Padrão, COO da Solinftec, destaca a paixão da empresa por desenvolver soluções inovadoras que combinam ciência e engenharia para entregar soluções que gerem resultados mensuráveis aos produtores. "É por isso que estamos entusiasmados com a oportunidade de trabalhar com uma renomada universidade de pesquisa como a Purdue e sua Faculdade de Agricultura para expandirmos nossas plataformas para novos mercados internacionais", disse.

A Solinftec construiu sua reputação criando plataformas de IoT para integrar pessoas, máquinas, clima e agronomia e digitalizar todos os aspectos das operações agrícolas. A companhia oferece tecnologia para monitorar todos os processos nas fazendas e fornece insights em tempo real que aumentam o retorno em cada hectare plantado.

A empresa desenvolveu a assistente virtual focada em agricultura, a robô chamada "Alice", que tem a missão de conversar com o produtor para ajudá-lo nas principais decisões do dia a dia. A Alice utiliza dados para solucionar perguntas difíceis que antes eram respondidas apenas através do instinto do produtor sobre a análise de um conjunto impreciso e incompleto de informações.

"Uma forte colaboração com a Purdue University é prova do crescimento e do sucesso da Solinftec e da pesquisa de ponta realizada na Purdue e em sua Faculdade de Agricultura”, comentou o Presidente da Purdue University, Mitch Daniels. "Essa colaboração beneficiará o avanço tecnológico da pesquisa agrícola e, mais importante, produzirá tecnologias e processos significativos para alimentar a crescente população mundial”, completou.

O Estado de Indiana é um dos principais centros de agronegócio dos Estados Unidos. A agricultura contribui com cerca de US$ 31,2 bilhões para o Produto Interno Bruto do Estado por ano e gera cerca de 107,5 mil postos de trabalho apoiados pela produção agrícola em mais de 6 milhões de hectares de fazendas. Indiana também é um dos principais produtores de milho, soja e derivados do tomate, áreas nas quais a Solinftec planeja se expandir.

Tags