Home  >  Carreira

6 dicas para montar um bom currículo de TI

Especialista da Robert Half indica os caminhos para montar um CV "matador"

Da Redação

04/12/2018 às 10h01

Foto: Shutterstock

Com a proximidade do fim do ano, os famosos planos para os próximos 12 meses começam a surgir. Muitas vezes, a lista conta com o item "conquistar um novo emprego".

Se você é um profissional de TI, a boa notícia é que oportunidades existem e ainda é um mercado aquecido, diante do avanço da transformação digital. Mas, para conseguir deixar uma boa impressão inicial, é preciso caprichar no currículo.

Caio Arnaes, Gerente Sênior de Recrutamento na Robert Half, listou seis dicas para montar um currículo ideal para profissionais de TI. Confira:

1. Customize

Pense na vaga e na empresa para qual você irá se candidatar. Destaque suas habilidades, apresente seus projetos específicos para esse setor e indique quais plataformas, softwares e outras ferramentas você possui experiência, sempre focando em como estes recursos podem ajudar a empresa a conquistar suas metas.

2. Idioma

Invista em um curso de inglês. De um lado, empresas multinacionais interagem muito com outros países. De outro, muitas companhias brasileiras estão abrindo capital em bolsa ou recebendo aportes de investidores estrangeiros. Os dois casos exigem domínio da língua e com certeza isso fará muita diferença no momento da sua contratação. Além disso, a área de tecnologia exige interação com fornecedores globais.

3. Formação

Inclua no currículo uma categoria com treinamentos, certificações, publicações, etc. Por conta de toda a evolução tecnológica que as empresas estão passando, quanto mais conhecimento estiver destacado no seu currículo, melhor. Um exemplo é comprovar conhecimento em diversas linguagens de programação. Invista na sua capacitação e conheça as necessidades do setor em que atua, seja ele BI, Desenvolvedor ou Cloud.

4. Conquistas

Destaque os resultados que você alcançou, ao invés de listar apenas as atividades que realiza. Os headhunters estão menos interessados na rotina profissional e mais nas suas conquistas em cada emprego. Pense no impacto, por exemplo, que um projeto de integração de sistemas jurídicos teve para o departamento, o que mudou na rotina e quais dores foram atendidas devido ao seu empenho.

5. Foto

Sua foto não é necessária: Diferentemente de outros países, a questão da foto no currículo não é necessária no Brasil. Nesse aspecto, os brasileiros estão à frente de seu tempo: a ausência da foto permite que as experiências profissionais dos candidatos sejam priorizadas, ao invés da questão da aparência.

6. PDF ou Word?

Tenha preferência por um layout simples - quanto mais clean, melhor para quem irá te avaliar. Na hora de salvar o arquivo, opte pelo formato em PDF. Esse formato permitirá que o seu currículo não seja editado por engano ou tenha a sua diagramação alterada no computador de quem o receber, diferentemente do word.