Home  >  Negócios

Cloud computing: porque PMEs devem priorizar essa tecnologia

Por quais motivos pequenas e médias empresas devem priorizar a migração para a nuvem

Newton Ide*

28/11/2018 às 19h14

Foto: Shutterstock

Constantemente, as companhias buscam novas maneiras de aumentar produtividade, segurança e lucratividade das suas operações. No caso das grandes empresas este é um caminho natural, pois quase sempre há verba e até departamentos de inovação. Já no caso das pequenas e médias empresas, apesar de ter a mesma importância, esse é um caminho mais delicado por conta do orçamento reduzido e a menor margem de erro. A tecnologia de cloud computing vem ao encontro deste gargalo e traz diversas possibilidades.

Um estudo feito pelo Gartner mostra que até 2020, empresas que não utilizam computação em nuvem serão tão raras quanto as que hoje não utilizam internet. Isso porque a maioria das inovações tecnológicas é centrada em cloud. Segundo o artigo ‘The ROI of Cloud ERP for SMBs’, o mercado de softwares empresariais (ERP) em nuvem representa apenas 2 a 7 por cento do total deste mercado. No entanto, a previsão é que que esse percentual dobre a cada cinco anos.

Segundo o estudo “The State of Cloud Acceptance by SMBs”, realizado pela Paessler AG, que ouviu 2 mil decisores de TI nos EUA, Reino Unido e Alemanha, 63,5% das empresas com menos de 500 funcionários, confiam em cloud computing e estão planejando expandir os serviços de TI que eles executam na nuvem nos próximos anos.

Os analistas do Gartner preveem também que até 2020, mais poder computacional terá sido vendido por provedores IaaS (Infrastructure as a Service) e PaaS (Platform as a Service) em nuvem do que tecnologias vendidas e implementadas em data centers corporativos. Trata-se de uma transformação representativa, uma vez que o mercado de IaaS apresenta crescimento de 40% por ano desde 2011 e a previsão é de que continue crescendo mais de 25% por ano até 2019.

Dito isso, sabemos que a Cloud Computing ainda trará grandes mudanças num futuro próximo. Mas por quais motivos uma PME deve priorizar a migração para a nuvem?

Custo acessível

O principal motivo para PMEs adotarem a cloud computing são obviamente os custos. Contratar um serviço na nuvem é muito mais barato que montar e manter um data center, uma vez que a estrutura envolveria gastos com energia elétrica (cerca de 33% do consumo de cada estabelecimento), mão de obra especializada que não seja locada para outras áreas além da manutenção do sistema, além dos custos de rede. Enquanto isso, ao adotar cloud computing, toda essa equação está solucionada em um fee mensal.

cloud computing

ROI (Return of Investment)

Além do custo bem inferior, outro benefício de cloud computing que pode ser calculado em cifras é o retorno do investimento, ou seja, é possível tangibilizar em quanto tempo o valor gasto pela companhia será compensado.

A Nucleus Research divulgou um cálculo de ROI obtido com a adoção de softwares empresariais em nuvem e o valor variou de 73% a 589% com tempo de retorno de investimento variando entre dois a 23 meses, com benefícios médios anuais de U$ 72.790,00 a U$ 715.603,00.

Mobilidade

A computação em nuvem viabiliza entre outras coisas o trabalho remoto, possibilitando que gestores e colaboradores acessem qualquer tipo de dado da empresa em qualquer hora e qualquer lugar. Esta tecnologia foi uma das principais responsáveis pelo aumento da modalidade Home Office.

Ou seja, cloud computing permite uma prestação de serviço muito mais rápida e ágil do que a computação tradicional seria capaz.

Escalabilidade

A escalabilidade em cloud computing possibilita a expansão dos recursos tecnológicos de acordo com as necessidades da empresa, podendo acompanhar o crescimento da empresa ao longo do tempo ou até mesmo uma necessidade temporária de aumento dos recursos computacionais para realizar um determinado trabalho em um curto período de tempo. Disponibilizando os recursos necessários de forma muita rápida, não sendo necessário grandes investimentos em softwares, equipamentos e equipes.

varejo omnichannel

Benefícios da escalabilidade:

· Redução de custos;

· Elasticidade: Possibilidade de aumentar ou reduzir os recursos computacionais, de acordo com a necessidade da empresa;

· Utilização efetiva dos recursos de TI disponíveis.

Produtividade

Por conta da alta colaboração que cloud computing proporciona às organizações, a produtividade de sua empresa só crescerá com a adoção da mesma. Por exemplo, um arquivo pode ser visualizado e editado por várias pessoas da mesma organização ao mesmo tempo, sem a necessidade de salvar um arquivo, enviar um e-mail, esperar a edição de outro colega para voltar a trabalhar.

Fator igualmente importante são os backups. Enquanto os tradicionais levam horas, esse processo é automático no sistema de nuvem.

Adicionalmente, torna-se muito mais simples cruzar dados da empresa para produzir qualquer tipo de relatório.

Segurança

A maior discussão do ano foi a respeito de segurança de dados. O provedor de cloud é responsável pela segurança do Data Center onde estão armazenadas as informações da sua empresa. Isso significa que todas as informações estão localizadas em um ambiente com segurança máxima, protegendo assim seus funcionários e sua empresa como um todo.

Há quem pense que se os dados da empresa não estiverem armazenados em HDs internos, corre-se maior risco de perder as informações ou que as mesmas sejam invadidas.

Mas os padrões internacionais de segurança exigem criptografia avançada, SSL, ISO e outras ferramentas de proteção, o que torna essas possibilidades praticamente nulas.

E com os backups automáticos já mencionados anteriormente, caso aconteça algum erro, todos os dados da empresa estarão disponíveis em outro servidor a poucos cliques de distância.

A Era dos Dados é caminho sem volta

Estamos em plena Era dos Dados e todas as empresas, mesmo as de médio ou menor porte não poderão deixar de estar preparadas para o advento real do mercado que é hoje o das empresas Data-Driven. Em realidade, Dados são o principal ativo que cada empresa possui e utilizá-los para geração de negócios e receita é a diferença entre competir, ganhar e até existir nos anos que se aproximam pela frente.

Monetizar dados com aplicações de Inteligência Artificial, Machine Learning e Robótica, entre outros avanços é a missão de gestores antenados na nova economia.

serviços cloud computing

Cloud Computing é antes de mais nada um viabilizador para que o insumo Dados, venha a ganhar o mais importante destaque em cada corporação gerando, benefícios, aumento de receitas e até novas linhas de negócios.

Postergar tão importante decisão é deixar um flanco aberto para a obsolescência e desalinhamento nesta nova Era dos Dados.

*Newton Ide é diretor de operações da Leega