Home  >  Negócios

Samsung pede desculpas a funcionários que trabalharam com câncer

Empresa firma acorda e encerra processo que dura uma década

Da Redação

23/11/2018 às 10h49

Foto: Shutterstock

Kim Ki-nam, copresidente da Samsung, se desculpou, em nome da empresa coreana, com funcionários que tiveram câncer enquanto trabalhavam em fábricas de semicondutores.

"Apresentamos nossas sinceras desculpas aos funcionários que sofreram estas doenças e seus parentes", disse Kim, em ação que encerrou processo iniciado há uma década.

Ainda, o executivo disse que a empresa não admite "de forma apropriada os riscos para a saúde em nossas fábricas de semicondutores e LCD."

Grupos de defesa dos funcionários alegam que 240 pessoas contraíram doenças por conta de suas atividades profissionais em fábricas de semicondutores e telas de cristal líquido da Samsung. Cerca de 80 pessoas morreram.

Após acordo anunciado no início do mês, a Samsung pagará uma indenização de até 150 milhões de wons (116.000 euros) por caso, para cobrir 16 tipos de câncer, doenças raras, abortos e enfermidades congênitas que afetaram os filhos dos funcionários.

O funcionário que demandar a indenização precisa ter trabalhado nas fábricas por pelo menos um ano a partir de 1984.

Hwang Sang-gi, porta-voz das famílias afetadas, que teve uma filha de 22 anos que faleceu de leucemia em 2007, disse que está satisfeito com o reconhecimento do erro por parte da Samsung.

"As desculpas não são suficientes para as famílias, mas as aceitaremos. Nenhum pedido de desculpa bastará para compensar todos os insultos, a dor provocada por doenças profissionais e a perda de um parente", afirmou.

Tags