Home  >  Plataformas

Dev-Test-Ops: a automação da qualidade

Conceito tem sido determinante para grandes companhias que buscam entregar com mais agilidade, eficiência e qualidade

Abhishek Srivastava*

30/10/2018 às 8h02

DevOps
Foto: Shutterstock

A transformação digital revolucionou a maneira como as organizações geram receita, e o surgimento de conceitos como o Always in Beta reforçam ainda mais a necessidade do teste de desenvolvimento de software, que tem se apresentado como um dos aspectos mais importantes do crescimento organizacional. Dev-Test-Ops pode parecer apenas mais uma palavra da moda no mundo da tecnologia, mas é preciso compreender que ela vai muito além disso e tem sido determinante para grandes companhias que buscam entregar com mais agilidade, eficiência e qualidade.

E por falar em qualidade....

Quando o assunto é desenvolvimento de software, a qualidade é princípio fundamental, e a única maneira de atingir um patamar de superioridade é realizando testes contínuos e em todas as etapas do processo.

Esqueça aquela concepção antiga de que os testes precisam ser realizados apenas antes do lançamento do produto, é preciso implementá-lo também na fase de produção e aliá-lo a uma automação completa e contínua.

Agora, como o Dev-Test-Ops pode ajudar as organizações?

Com uma comunidade de usuários cada vez mais exigente, uma falha na plataforma pode ser determinante para a falta de aderência. Por exemplo: imagine que uma empresa lançou um novo aplicativo que promete facilitar alguns processos, seja de compra ou de gestão, e ao tentar usá-lo você percebe que ele trava e apresenta erros. Quantas chances você daria a esse aplicativo?

CI&T

É aqui que entra o trabalho de DevOps, cuja função é resolver esse problema desenvolvendo uma parceria entre Desenvolvimento e Operações (daí surgiu o nome). Nessa estrutura, a equipe de desenvolvimento oferece suporte a requisitos operacionais, como implantar scripts, diagnósticos e testes de carga e desempenho desde o início do ciclo; e a equipe de operações fornece suporte e feedback antes, durante e depois da implantação.

Vamos aos benefícios:

  • Menor time-to-market
  • Ciclos de desenvolvimento mais curtos
  • Ciclos de liberação mais rápidos
  • Incorporação contínua de feedback em cada estágio
  • Releases frequentes

Chame isso de DevTestOps!

Em um mundo DevOps, o Teste é função contínua e persistente para manter o ciclo inteiro unido e seguir entregando sempre produtos com qualidade aprimorada.

Isso significa que uma equipe de DevOps eficaz precisa de testadores profissionais envolvidos em todas as fases e níveis de desenvolvimento. O testador torna-se cada vez mais um tipo especializado de desenvolvedor, valorizado por sua capacidade de garantir que o produto lançado satisfaça às necessidades do cliente. Usando a ampla variedade de ferramentas e técnicas à sua disposição, eles se tornam um membro essencial da equipe.

Aquelas organizações que veem a área de teste como um obstáculo a ser superado ou, pior, um “centro de custo” a ser minimizado, corre o risco de ser preteridas pelos consumidores, pois visivelmente a preocupação com a qualidade não é o foco principal.

 

*Abhishek Srivastava é Test Delivery Manager na Softtek Brasil