Home  >  Carreira

Paulo Caffarelli é o novo presidente da Cielo

Executivo deixa presidência do Banco do Brasil e assume novo desafio a partir de 5 de novembro

Da Redação

26/10/2018 às 14h39

Foto: Agência Brasil

A Cielo anunciou nesta sexta-feira (26/10) a nomeação de Paulo Rogério Caffarelli como presidente da companhia. O executivo, atualmente presidente do Banco do Brasil, assume a vaga deixada por Eduardo Gouveia, que renunciou ao cargo em julho. Desde então, a posição era ocupada de forma interina por Clovis Poggetti Jr, que continua exercendo os cargos de Vice-Presidente de Finanças e Diretor de Relações com Investidores

Caffarelli assume a função no dia 5 de novembro. Em nota, a Cielo afirma que o executivo chega “para impulsionar as entregas e os resultados da companhia, com foco em inovação e em competitividade para continuar a oferecer o portfólio mais completo para os clientes. Dessa forma, a Cielo reforça seu objetivo de manter a liderança no mercado brasileiro de meios de pagamento.“

Marcelo Noronha, Presidente do Conselho de Administração da Cielo, disse que o Conselho “tem total confiança de que Caffarelli fará um excelente trabalho à frente da Cielo, nesse momento de rápida evolução tecnológica da indústria”. “O executivo já chega jogando”, completou Noronha.

Trajetória

Paulo Caffarelli construiu sólida carreira no Banco do Brasil, onde até então ocupava o cargo de Presidente do banco desde maio de 2016. Ainda na instituição, foi Vice-Presidente de Cartões e Novos Negócios de Varejo, Vice-Presidente de Negócios de Atacado, Negócios Internacionais e Private Banking. Exerceu também as funções de Diretor de Distribuição, Logística, Marketing e Comunicação e de Novos Negócios de Varejo. Considerando as suas duas passagens pelo BB, Caffarelli acumulou mais de 30 anos de experiência em áreas vitais para o desenvolvimento e evolução do setor de serviços financeiros.

Na indústria de meios de pagamentos, destacou-se na Presidência da ABECS (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito), entre os anos de 2009 a 2012, como um dos interlocutores com o Banco Central para o desenvolvimento da autorregulação do setor.

ideval munhoz

O executivo ainda presidiu o Conselho de Administração da Cielo e foi membro do Conselho de Administração da Vale S.A. em duas ocasiões, BB Gestão de Recursos (DTVM), Brasilcap Capitalização S.A., Brasilprev Seguros e Previdência S.A., Mapfre Brasil Participações S.A., Banco Votorantim Participações S.A., Banco Votorantim S.A., entre outros.