Home  >  Plataformas

Blockchain como serviço (BaaS): conheça as melhores opções

Opções incluem gigantes da tecnologia, como IBM, Microsoft e Oracle

Laurie Clarke – Computerworld UK

26/10/2018 às 9h59

blockchain
Foto: Shutterstock

Nos últimos anos, o crescimento do blockchain tem sido exponencial. Além de ser a tecnologia em que o bitcoin é construído, o conceito pode ser adaptado para muitos outros casos de uso. Desde então, encontrou aplicação em indústrias, do setor bancário às mídias sociais.

A tecnologia de contabilidade distribuída (DLT, na sigla em inglês) pode ser usada para reduzir o risco de fraude, aumentando a transparência. Também adiciona visibilidade às cadeias de suprimentos, permitindo que todas as partes tenham uma visão comum e em tempo real das transações.

Grandes bancos e companhias de seguros estão entre os se interessam pela tecnologia. Portanto, não é de admirar que uma safra de empresas de tecnologia esteja apostando em blockchain como serviço (BaaS).

Confira alguma dessas ofertas:

  1. Plataforma IBM Blockchain

A plataforma de blockchain da IBM permite que as empresas "desenvolvam, administrem e operem um ecossistema blockchain de forma rápida e econômica em uma plataforma flexível baseada na nuvem."

Em 2017, a Juniper Research descobriu que 60% dos executivos e líderes de tecnologia apontavam a IBM como líder do mercado de blockchain.

O interessado pode inscrever-se gratuitamente no Starter Memberchip Plan durante o período beta e com um baixo custo depois disso. Como alternativa, o Enterprise Membership Plan, que custa US$ 1.000 por mês para cada par implantado, oferece suporte premium, um ambiente blockchain seguro para cargas de trabalho de produção iniciais e camadas adicionais de segurança.

Algumas das empresas que já estão aproveitando o serviço de blockchain da IBM incluem o Walmart, que o está usando para melhorar a rastreabilidade e a transparência dentro da cadeia de fornecimento de alimentos, e a Northern Trust, que está usando para aumentar a clareza nos acordos de private equity.

  1. Blockchain do Microsoft Azure

Na plataforma Microsoft Azure, é possível “desenvolver, testar e implantar aplicativos blockchain seguros.”

Um grande ponto de venda da plataforma blockchain da Microsoft é o tempo reduzido para desenvolver um aplicativo graças às opções modulares e pré-configuradas. Além disso, os clientes não são cobrados pela própria solução blockchain, apenas os recursos consumidos, como computação, armazenamento e rede.

Os clientes podem selecionar a linguagem que é mais apropriada para construir sua solução, incluindo: Corda, Ethereum e Hyperledger Fabric.

Um exemplo de uma empresa que usa o serviço é a Webjet, que está usando o Rezchain, um serviço de reconciliação de pagamentos para o mercado de viagens on-line.

  1. Amazon Blockchain Templates

Lançado em abril de 2018, o Amazon’s Blockchain Templates está um pouco atrasado, mas pode causar o medo em empresas mais estabelecidas no espaço blockchain, como IBM e Microsoft. A empresa oferece blockchain as-a-service para Amazon Web Services, o que facilita o desenvolvimento de projetos construídos em blockchain.

profissional.jpg

O software permite que os usuários construam em cima de duas formas de tecnologia de contabilidade blockchain - Ethereum ou Hyperledger Fabric da Linux Foundation.

Como a AWS é a maior plataforma de infraestrutura em nuvem do mundo, a adição de recursos de blockchain pode ser atraente para os desenvolvedores.

  1. Alibaba Cloud

O Alibaba Cloud (o braço de computação em nuvem do Alibaba Group) lançou uma oferta de blockchain como serviço (BaaS) disponível nos principais mercados globais, incluindo a Europa.

É um serviço de nível corporativo baseado em tecnologias blockchain que visa ajudar os clientes a criar ambientes seguros para implementações blockchain nos frameworks Hyperledger Fabric e Ant Blockchain.

Uma variedade de aplicativos é suportada pelo serviço, incluindo implantação automática, gerenciamento de blockchain de consórcio, contratos inteligentes, gerenciamento de usuário e certificado e aplicativos SDK (Software Development Kit).

O Alibaba Cloud abriu recentemente dois data centers no Reino Unido para ampliar sua disponibilidade na Europa e no Oriente Médio, onde já possuía zonas de disponibilidade em Frankfurt e Dubai.

  1. Oracle Blockchain Cloud

A Oracle lançou o Oracle Blockchain Cloud Service como parte de sua já robusta oferta Plataforma-como-Serviço (PaaS).

Seu serviço blockchain oferece aos clientes corporativos uma maneira de se envolver com o blockchain com uma abordagem totalmente gerenciada. Esse serviço de nuvem blockchain é construído sobre o projeto Hyperledger Fabric de software livre.

Mais recentemente, a Oracle anunciou o lançamento do Oracle Blockchain Applications Cloud, um novo conjunto de aplicativos SaaS específicos para casos de uso, projetado para melhorar a rastreabilidade e a transparência na cadeia de suprimentos.

Uma aplicação específica é permitir que os clientes acompanhem os produtos por meio de uma cadeia de fornecimento de entrega. Esses aplicativos são desenvolvidos para serem implantados imediatamente pelas empresas, eliminando algumas das barreiras para a criação de soluções personalizadas de blockchain.

  1. Baidu Blockchain Open Platform

Baidu, empresa chinesa de busca na web, lançou sua própria plataforma Blockchain como um serviço (BaaS) no início de 2018. O serviço é baseado na tecnologia desenvolvida pela Baidu e tem como objetivo facilitar a criação e o rastreamento de transações usando o ledger distribuído tecnologia.

O Baidu nomeou várias aplicações potenciais diferentes do serviço, incluindo moeda digital, gerenciamento de seguros, faturamento digital e gerenciamento de crédito bancário.

  1. Huawei Blockchain Service

A Huawei lançou recentemente uma plataforma blockchain-as-a-service destinada a ajudar as empresas a desenvolver contratos inteligentes sobre a tecnologia blockchain. A nova solução é construída sobre o software Hyperledger Fabric 1.0 de código aberto.

Atualmente, a tecnologia está focada no desenvolvimento de soluções relacionadas à cadeia de suprimentos, serviços públicos, como a verificação de identidade e auditoria financeira ou a ativos de títulos tokenizados.