Home  >  Inovação

Projeto usa blockchain para criação de criptomoedas para clubes de futebol

Fotaleza é primeiro clube a aderir à iniciativa, com a moeda digital Leãocoin

Da Redação

22/10/2018 às 9h59

Foto: Shutterstock

Não é somente Ronaldinho que quer entrar na onda das criptomoedas. Após o ex-jogador anunciar que apostaria no já concorrido mercado das criptomoedas, agora um grupo de empresários brasileiros do setor de tecnologia e ditos fanáticos por futebol seguem o mesmo caminho com o lançamento da plataforma baseada em blockchain, a Footcoin.club.

Segundo Luiz Cláudio Macedo, CEO da fintech Allgoo e uma das organizadoras do projeto, a plataforma foi pensada para aproximar torcedores aos seus respectivos clubes de futebol. Na prática, o torcedor compra a moeda do seu time e pode usá-la para adquirir produtos do marketplace do clube, ingressos, bem como utilizar serviços de parceiros como o Uber, consórcio e clínica. Para os criadores, a plataforma em blockchain visa garantir que todo o ecossistema do time esteja integrado e rastreado.

O primeiro a aderir ao serviço é o Fortaleza Esporte Clube. O time começa a utilizar a criptomoeda Leãocoin (LEC) nos negócios com parceiros e torcedores a partir desta sexta-feira (19).

Outra ambição por trás do projeto, na visão de Macedo, é que ela inspire um modelo que contribua para o desenvolvimento e profissionalização do esporte no Brasil.