Home  >  Negócios

Faturamento do e-commerce em SP cresce 3,6% no segundo tri de 2018

Vendas do setor atingem R$ 4,07 bilhões

Da Redação

19/10/2018 às 14h20

ecommerce
Foto: Shutterstock

As vendas do comércio eletrônico no Estado de São Paulo cresceram 3,6% no segundo trimestre de 2018, em comparação ao mesmo período de 2017. O valor atingiu R$ 4,07 bilhões, segundo a Pesquisa Conjuntural do Comércio Eletrônico (PCCE) elaborada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), por meio do seu Conselho de Comércio Eletrônico, em parceria com a Ebit/Nielsen.

No primeiro semestre do ano, a taxa de crescimento real das vendas do setor foi de 4%.

O levantamento traz dados sobre faturamento real, número de pedidos e tíquete médio e permite mensurar a participação do e-commerce nas vendas totais do varejo (eletrônico e físico) no Estado de São Paulo, segmentado em 16 regiões.

A participação do e-commerce nas vendas do varejo paulista no segundo trimestre ficou em 2,5%, estável em relação ao mesmo período de 2017. O número de pedidos foi de 9,8 milhões, alta de 2,3% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior. O tíquete médio no segundo trimestre de 2018 foi de R$ 412,96, ligeiramente acima do notado no primeiro trimestre deste ano (6,6%), que havia apontado uma média de R$ 387,24 em todo o Estado de São Paulo.

De acordo com a assessoria econômica da FecomercioSP, ainda que haja instabilidade política, o cenário conjuntural atual é mais favorável e, aparentemente, viabiliza a continuidade da recuperação nas vendas do comércio eletrônico. O ambiente macroeconômico está com a inflação mais controlada, aliada à trajetória de queda nas taxas de juros, favorecendo a manutenção do poder de compra das famílias.

A previsão da Entidade é que o quarto trimestre do ano registre bom desempenho para as vendas do comércio, já que conta com a realização da Black Friday, que é um dos melhores períodos para o varejo eletrônico.

Tags