Home  >  Carreira

Qual o perfil das melhores empresas para trabalhar em TI no Brasil?

Esta é a 13ª edição do ranking nacional, que contou com 273 empresas inscritas, representando 261.640 funcionários.

Da Redação

18/10/2018 às 21h49

Foto: Guilherme Borini/Computerworld Brasil

A IT Mídia, em parceria com o Great Place to Work (GPTW), divulgou nesta quinta-feira (18/10) o ranking das 110 Melhores Empresas para Trabalhar no setor de Tecnologia da Informação (TI).

Esta é a 13ª edição do ranking nacional, que contou com 273 empresas inscritas, representando 261.640 funcionários. Para a edição 2018, 110 empresas foram premiadas, sendo 20 grandes, 71 médias e 19 pequenas.

>>Confira o ranking com todas as empresas nomeadas

Todas as informações demográficas obtidas na lista Great Place to Work são referentes ao ano de anterior à data da aplicação da pesquisa com os funcionários. No caso deste estudo, as informações são relativas ao ano de 2017.
O levantamento para chegar ao resultado é um verdadeiro raio X das empresas de tecnologia no Brasil. Confira algumas conclusões que mostram o perfil das melhores empresas para trabalhar em TI.

Empresas jovens

As premiadas possuem, em média, 20 anos de existência. A média de idade das companhias é claramente influenciada por um grande número de pequenas e médias empresas, que têm se consolidado à medida que o mercado de tecnologia avança. Muitas dessas empresas oferecem serviços que sequer existiam há mais de 20 anos, por exemplo.

Expatriação

Das 110 companhias, 29 empregam funcionários fora do Brasil, totalizando 14.339 brasileiros que atuam no exterior.

Capilaridade

A grande maioria (98%) das empresas é privada e está presente, em média, em quatro Unidades Federativas do País, mostrando que a capilaridade ainda não é tão abrangente. Contudo, este é um mercado que atua com tecnologias digitais, possibilitando a implementação de forma remota em muitos casos.

Demissões

Apenas 15% das empresas realizaram demissão em massa no último ano - número que traz um alento aos trabalhadores em meio ao cenário atual econômico desafiador do Brasil.

Ambiente de trabalho

Para 92% dos funcionários, a empresa em que trabalha é um lugar descontraído para realizar suas atividades profissionais. Ainda, 48% das empresas listadas no ranking oferecem verba para funcionários utilizarem no programa de desenvolvimento que quiser, percentual bem acima da média geral, segundo a GPTW.

Inovação

As empresas premiadas são inovadoras. Além de terem recebido mais de 17 mil sugestões de funcionários no último ano, 36% delas foram implantadas. Ainda, 83% possuem alguma prática para receber sugestões vindas de funcionários sobre a operação e/ou estratégia da organização

Desenvolvimento

As promoções realizadas no ano equivalem a 12% do total de funcionários. Além disso, 48% das empresas oferecem verba para funcionários utilizarem no programa de desenvolvimento que quiser.

Quase metade das empresas (43%) oferece universidade interna como forma de capacitação profissional, enquanto 73% das empresas têm bolsas de estudos para cursos de idiomas.

Além disso, 69% das empresas oferecem bolsas de estudos para pelo menos 50% dos funcionários para cursos de graduação ou pós-graduação. E, por fim, 77% das empresas oferece programas de coaching e 69% de mentoring.
Orgulho

Essas são as afirmativas que os funcionários das premiadas mais concordaram. É possível identificar que o orgulho se destaca do lado positivo, além de imparcialidade (orientação sexual, sexo, idade, cor ou etnia), receptividade das pessoas, segurança física e descontração do ambiente.

- Para 97%, “As pessoas aqui são bem tratadas independentemente de sua opção (ou orientação) sexual, sexo, idade, e cor ou etnia.”
- Para 96%, “Este é um lugar fisicamente seguro para trabalhar.”
- Para 95%, “Quando se entra nesta empresa, fazem você se sentir bem-vindo.”
- 94% dizem que “Tenho orgulho de contar a outras pessoas que trabalho aqui.”
- 92% afirmam que “Este é um lugar descontraído para trabalhar.”

Tags