Home  >  Negócios

Siemens anuncia aquisição para ampliar portfólio de gêmeos digitais

Empresa adquire a Electrocon International Inc. (EII), especializada em software especializado para proteção de redes elétricas

Da Redação

15/10/2018 às 14h58

siemens
Foto: Shutterstock

A Siemens anunciou a aquisição da Electrocon International Inc. (EII), empresa especializada em software especializado para proteção de redes elétricas. O foco é aprimorar de forma exclusiva as simulações de redes elétricas e fortalecer o portfólio de gêmeos digitais elétricos (Digital Twin).

Com sede em Ann Arbor, no Estado de Michigan (EUA), a EII desenvolve e comercializa o software CAPE (Computer-Aided Protection Engineering), solução que protege sistemas de eletricidade e permite a modelagem detalhada de proteção para análises e simulações de redes. O software CAPE – desenvolvido para sistemas de transmissão e distribuição de energia, industriais e de infraestrutura – visa ajudar a garantir a operação segura e confiável de redes elétricas do futuro.

Gêmeos digitais

A inclusão do software da Electrocon ao conjunto atual de ferramentas da Siemens para o planejamento de simulação de rede fortalecerá o uso de gêmeos digitais elétricos da empresa. Os gêmeos digitais são uma representação digital da rede e dos principais ativos nela existentes, facilitando a simulação de todos os aspectos técnicos e econômicos relevantes para o planejamento, a operação e a manutenção do sistema elétrico com segurança e eficiência.

Thomas Zimmermann, CEO da unidade de negócio Digital Grid da Siemens, comenta que a crescente eletrificação nos setores como e-mobilidade, edifícios, indústrias e a importância cada vez maior de fontes renováveis e armazenamento de energia requer dados de alta qualidade e softwares robustos e eficientes de gestão. "Esta aquisição fortalece nosso portfólio líder na área de software operacional para infraestrutura inteligente e gêmeo digital elétrico", afirmou.

A aquisição deve ser concluída em outubro de 2018. As duas empresas concordaram em não divulgar os detalhes financeiros da transação.

Tags