Home  >  Plataformas

O que está acontecendo com as atualizações do Windows 10?

Versão apaga documentos de usuários. Entenda os motivos

Steven J. Vaughan-Nichols – Computerworld EUA

11/10/2018 às 9h49

Foto: Shutterstock

Muitos dos usuários que atualizaram o Windows 10 tiveram arquivos apagados. Conforme admitiu a Microsoft, a versão1809 apaga, para algumas pessoas, todos os arquivos das pastas Documentos, Imagens, Músicas e Vídeos. As pastas ainda aparecem, mas sem nenhum arquivo.

Além de ser um erro enorme da empresa, os usuários beta já tinham visto esse problema. O Ed Bott, jornalista do portal ZDNet, informou que encontrou um relatório de três meses atrás de um testador que disse: “minha pasta Documents foi substituída por uma nova pasta, completa e com um ícone personalizado. Todo o conteúdo sumiu”.

A Microsoft não pode chamar isso de casualidade. Não é como se o Windows 10 fosse um sistema operacional que nunca fez nada de errado com suas atualizações. Lembre-se da atualização de abril de 2018 (versão 1803)? É o que tem conexão com drivers SSD e software antivírus Avast.

Pode não haver muitas pessoas enfrentando esse problema, mas qualquer coisa ruim o suficiente para destruir os arquivos dos usuários deve ser um bug vermelho, corrigido imediatamente. Já provou ser ruim o suficiente que a Microsoft tenha parado a atualização de 1809 até que o problema seja resolvido.

Além disso, no Windows 7 ainda há o misterioso “erro 0x8000FFFF”. Muitas coisas podem causar esse erro. O efeito é sempre o mesmo: o usuário não pode atualizar o Windows.

O problema afeta muitas empresas. O funcionário da Microsoft, John Wilcox, disse que "muitas organizações perderam a atualização e decidiram instalar apenas as correções de segurança mensais padrão em vez da atualização completa da pilha de serviços".

Wilcox, adotando uma postura diferente da que a empresa fez com a bagunça do Windows 10, também explicou como a Microsoft não viu esse problema. “Testamos nossos patches mensais em sistemas totalmente atualizados, e é por isso que esse problema não foi visto em nossos testes ou por nenhum de nossos parceiros de antevisão.”

Indo adiante, esse erro não vai acontecer novamente. Bem, pelo menos não exatamente assim. Primeiro, a Microsoft está reeditando a atualização de setembro e marcando-a como uma atualização de segurança para desbloquear os clientes restantes da instalação das atualizações somente de segurança mensais de agosto de 2018 ou posteriores.

Em seguida, a Microsoft está atualizando todas as notas de versão, de modo que elas instruam você a instalar o SSU mais recente para a sua plataforma antes de instalar a atualização cumulativa mais recente.

Por fim, todos os novos SSUs futuros serão marcados como "segurança", e não apenas "críticos". Dessa forma, se o usuário ainda estiver instalando apenas correções de segurança, não será pego novamente.