Home  >  Negócios

Visa busca novas ideias de startups para facilitar pagamentos

Empresa realiza segundo edição do Community Day em outubro, em São Paulo

Da Redação

19/09/2018 às 14h39

visa
Foto: Divulgação

A Visa abriu inscrições para a segunda edição do Community Day, que será realizada no mês de outubro em São Paulo. O encontro faz parte de uma série de iniciativas da empresa no país para desenvolver, acelerar e fazer negócios com as startups brasileiras.

As propostas dos empreendedores precisam trazer soluções para pagamentos de contas. O desafio dos participantes será encontrar formas para substituir o pagamento tradicional de despesas como água, luz, telefones, escola, plano de saúde, duplicatas, condomínio, entre outros. Além da transação ser digital, deve considerar oferecer uma boa experiência para o usuário final. Dez startups serão selecionadas para apresentar suas ideias à Visa.

A partir das inscrições, a Visa irá selecionar dez empresas a serem convidadas para o evento do dia 18 de outubro, no Innovation Studio da Visa, na capital paulista. As escolhidas farão um pitch para apresentar suas soluções aos executivos e parceiros da empresa, como varejistas, bancos e credenciadores.

Beatriz Montiani, gerente de Inovação da Visa, destaca que a abordagem de inovação da Visa se baseia na colaboração com múltiplas organizações que se empenham para melhorar a experiência dos consumidores, entre as quais estão as startups. "O Community Day é mais uma forma de relacionamento com esses empreendedores e reforça o quão aberta e interessada está a Visa para fazer negócios com as fintechs", destaca.

Primeira edição

Na primeira edição da atividade, realizada no último mês de julho, o tema propunha soluções para as ‘Cidades do Futuro’, com o desafio de preparar as cidades médias (de 100 a 500 mil habitantes) do Brasil para a transformação digital. Os temas prioritários das startups participantes foram mobilidade urbana, educação, inclusão digital e financeira, apoio ao empreendedorismo, além de melhorar a experiência de compra nas cidades (por meio de soluções digitais).

Deixe uma resposta