Home  >  Plataformas

Cisco lança servidor focado em AI e machine learning

Servidor rack Cisco UCS C480 ML M5 foi desenvolvido a partir do portfólio de sistemas UCS B-Series, C-Series e HyperFlex

Da Redação

18/09/2018 às 11h48

cisco2.jpg
Foto: Shutterstock

A Cisco anunciou nesta terça-feira (18/9) o lançamento de uma solução computacional desenvolvida do zero para atender projetos de inteligência artificial (AI) e machine learning.

A tecnologia se baseia nos servidores Unified Computing Systems (Cisco UCS) e garante uma forma computacionalmente intensiva de aprendizado de máquina, a partir de redes neurais e grandes conjuntos de dados para treinar computadores em tarefas complexas. Equipado com GPUs Nvidia, o equipamento é projetado para acelerar um conjunto de softwares de aprendizado de máquina mais utilizados pelas companhias atualmente.

O servidor rack Cisco UCS C480 ML M5 foi desenvolvido a partir do portfólio de sistemas UCS B-Series, C-Series e HyperFlex da Cisco. Ele estará disponível para compra nos parceiros da Cisco no quarto trimestre de 2018, com uma série de suportes em IA e ML da Cisco Services, que inclui soluções analíticas, de deep learning e de automação.

Mais escala e capacidade computacional

Enquanto cientistas de dados e desenvolvedores conseguem fazer experiências de machine learning em um laptop, o conceito de deep learning demanda muito mais escala e capacidade computacional. Por isso, rodar esse tipo de aplicação requer uma arquitetura de TI capaz de receber enormes volumes de dados, além de ferramentas que consigam dar sentido a essas informações e usá-las para fazer os sistemas aprenderem. A aposta da Cisco é endereçar esse desafio, com uma solução desenvolvida com seus parceiros de tecnologia para validação de muitas das atuais ferramentas mais populares de machine learning, além de permitir simplificar as implantações e acelerar o tempo do aprendizado de máquinas.

Roland Acra, vice-presidente sênior e gerente-geral do Grupo de Negócios de Data Center da Cisco, destaca que, nos próximos anos, aplicativos à base de inteligência artificial e machine learning se tornarão comuns nas empresas. "Embora isso vá solucionar muitas questões corporativas complexas, também criará novos desafios para a TI", alerta.

Ele explica que a adição feita agora na linha Cisco UCS irá potencializar iniciativas de AI em uma grande variedade de indústrias. "Nossos primeiros clientes do setor financeiro estão explorando maneiras de melhorar a detecção de fraudes e aperfeiçoar a comercialização algorítmica. Já no setor de saúde, o interesse é na qualidade das informações e dos diagnósticos, melhorando a classificação de imagens médicas e acelerando a descoberta e a pesquisa de medicamentos", comenta.

Impulsionando a inteligência artificial

Com a inclusão do Cisco UCS C480 ML em seu portfólio, a Cisco agora oferece uma gama de opções de computação criadas para cada etapa do ciclo da AI e do machine learning. Os clientes têm cobertura desde a coleta e a análise descentralizadas de dados até a preparação e a aprendizagem dos dados no data center, passando pela inferência em tempo real no cerne da AI.

O novo servidor da Cisco para AI e e machine learning baseia-se na expertise da companhia em mover os dados das bordas para o centro, e vai além: ele permite que os clientes extraiam mais inteligência de seus dados e a utilizem para tomar decisões melhores, mais rapidamente. Com os novos DevNet AI Developer Center e DevNet Ecosystem Exchange, a Cisco também proporciona as ferramentas e os recursos para que cientistas de dados e desenvolvedores criem uma nova geração de aplicativos.