Home  >  Negócios

Bradesco destina R$ 20 bilhões para microempreendedores

Foco é em ofertas que vão além de soluções financeiras e de crédito e que incluem ferramentas de apoio a este público

Da Redação

10/09/2018 às 14h44

bradesco
Foto: Shutterstock

O Bradesco está separando R$ 20 bilhões para destinar a microempreendedores individuais, os chamados MEIs, por meio de linhas de empréstimos pré-aprovados. De acordo com informações do jornal O Estado de S. Paulo, a expectativa do banco é dobrar a carteira neste segmento, que hoje conta com 1,5 milhão de clientes.

O foco é em ofertas que vão além de soluções financeiras e de crédito e que incluem ferramentas de apoio a este público.

Segundo estimativas do Sebrae, o Brasil conta com cerca de 7,3 milhões de MEIs e, no primeiro semestre deste ano, o país teve o maior número de empresas criadas, de acordo com a Serasa Experian.

Dentre os mais de 1 milhão de negócios lançados, mais de 80% foram MEIs. Caso o ritmo se mantenha, a expectativa do Sebrae é de que os microempreendedores somem 11,8 milhões em 2022.

Estudo do Banco Central aponta que 19% dos MEIs no Brasil não têm conta corrente. Segundo Eurico Fabri, vice-presidente do Bradesco, o banco mapeou outros 1,5 milhão de MEIs.

Combo financeiro

Em meio à crise, o segmento de microempreendedores foi um dos focos de investimento do Bradesco. O banco integrou suas áreas de produto, serviços e do varejo. Com a nova estratégia, criou um combo financeiro que inclui conta corrente sob medida, maquininhas, seguros, cartão, microcrédito, antecipação de recebíveis e serviços.

Dos R$ 20 bilhões que o Bradesco separou para MEIs, R$ 9,6 bilhões estão disponíveis para correntistas. Deste total, foram liberados R$ 2,4 bilhões, enquanto outros R$ 11 bilhões estão à disposição de novos clientes. O banco também iniciou neste mês a ambientação de 263 agências em todo o País que passarão a ter locais sob medida para atender o público deste segmento.

Deixe uma resposta