Home  >  Plataformas

Seal Telecom quer equipar delegacias com sistema de gravação digital

Delegacias de todo o país precisão instalar com salas especiais para atender nova lei voltada a crianças e jovens vítimas de violência

Guilherme Borini

09/08/2018 às 13h07

polícia
Foto: Shutterstock

Aprovada em abril deste ano, uma nova lei institui a obrigatoriedade de todas delegacias do Brasil de possuir salas de depoimento especial para a escuta de crianças e jovens vítimas de violência.

A partir dessa nova lei, cada Estado brasileiro terá que equipar delegacias com salas de audiência para depoimento especial, nos próximos três anos, para atender a lei. Pegando carona na nova resolução, a Seal Telecom quer equipar delegacias brasileiras.

A empresa desenvolveu o Seal Conecta, sistema inteligente que propõe agilidade e automação aos processos. A ferramenta foi criada para gravação digital de audiências, mas o foco é ir além.

Alexandre Novakoski, VP of RTD Solutions for Digital Transformation da Seal Telecom, comenta que é preciso planejar cuidadosamente a implantação do sistema de gravação audiovisual nas delegacias. “O ideal é que cada delegacia conte com um sistema de gravação em sala separada a do delegado, de modo que possibilite às vítimas não se sentirem constrangidas no depoimento, relatando, assim, exatamente o que ocorreu”, explica.

O executivo explica que o sistema desenvolvido pela empresa captura áudio, vídeo, faz sincronização, indexa e transforma o depoimento em digital. O sistema integra o delegado com a assistente social para que eles interajam por meio de um ponto eletrônico e, dessa forma, as perguntas são feitas pelo delegado para o assistente social, que as traduz em uma linguagem mais humanizada, de forma que vítima se sinta mais confortável em responder o ocorrido.

"Com o processo digitalizado, não somente o delegado, mas o Ministério Público, o juiz, júri e outras partes interessadas podem visualizar e analisar a qualquer momento tanto o áudio como o vídeo e analisar as reações da vítima no seu relato", comenta Novakoski.

O Seal Conecta vem sendo desenvolvido há mais de uma década e busca facilitar a rotina da justiça. O software conta com oito módulos que podem atender às mais específicas necessidades da justiça brasileira. Dentre elas está a distribuição de gravações para acessos restrito, a realização de audiência à distância por meio de videoconferências, ou até mesmo a transcrição automática de áudio para texto.

Além disso, o Seal Conecta possui uma interface que permite a gravação dos vídeos em diversos formatos, podendo também ser acessado remotamente, via internet.

Deixe uma resposta