Home  >  Negócios

Pentágono abre licitação para contratos de nuvem de até US$ 10 bilhões

Gigantes da tecnologia, como AWS, Google, Oracle, Microsoft e IBM, prometem batalha acirrada

Da Redação

27/07/2018 às 12h05

pentagono
Foto: Shutterstock

O Pentágono - sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, localizado em Washington, DC - abriu licitação para um grande contrato de computação em nuvem que pode chegar ao valor de US$ 10 bilhões.

Por conta da sua dimensão, o contrato da Joint Enterprise Defense Infrastructure, conhecida como JEDI, é atraente principalmente para as principais empresas de cloud, que normalmente não fazem muitos negócios com o Departamento de Defesa.

Anunciado em março, o JEDI é estruturado como um contrato com um prazo potencial de dez anos, embora o Pentágono tenha esclarecido que a ideia original abrangerá apenas os dois primeiros anos.

Enquanto a Amazon Web Services (AWS), principal player do mercado, é considerada como a mais provável vencedora, Google, Microsoft, IBM e Oracle também estão entre as principais empresas de tecnologia esperadas para entrarem forte na batalha. No início do processo, parecia possível que as empresas pudessem se unir para formar alianças improváveis ​​contra a favorita, mas o pedido final de proposta do Pentágono pretende firmar contrato com uma única empresa capaz de atender aos requisitos.

As partes interessadas terão até 17 de setembro para apresentar propostas.

Deixe uma resposta