Home  >  Plataformas

AL fechará 2018 com 82,2 milhões de conexões de banda larga fixa

Segundo estimativa da GlobalData, número de conexões crescerá 6% em comparação a 2017

Da Redação

18/07/2018 às 16h01

Foto: Shutterstock

A América Latina fechará 2018 com um total de 82,2 milhões de conexões de banda larga fixa, aumento de quase 6% na comparação com 2017. A estimativa é da empresa de dados e análise GlobalData.

Segundo estudo divulgado pela companhia, cerca de 17 milhões de conexões de banda larga fixa serão adicionadas na região até 2023, chegando a 99,1 milhões.

Ainda, o levantamento aponta que a penetração da banda larga fixa na população da América Latina atingiu 12,3% em 2017, ligeiramente abaixo da média global de 13,4%, mas ainda significativamente atrás do índice de penetração alcançado em regiões desenvolvidas como Europa Ocidental (36%) e América do Norte (30,7%).

Marcelo Kawanami, gerente de pesquisa da GlobalData, destaca que os níveis de adoção de banda larga fixa na América Latina variam muito. "Enquanto o Uruguai apresenta uma penetração de banda larga fixa de mais de 26% na população, países como Paraguai, Guatemala, Bolívia e Honduras ainda estão abaixo de 5%", lembra.

Planos

Em países onde a adoção da banda larga fixa ainda está muito atrás da média da região, os Planos Nacionais de Banda Larga são fundamentais para promover o acesso e o desenvolvimento da banda larga fixa. Em Honduras, por exemplo, o governo lançou o "Internet del Pueblo", um programa destinado a fornecer 15 mil pontos de acesso gratuito à Internet em locais públicos até 2018. Em janeiro de 2018, o governo conectou 2 m il escolas públicas e 155 parques públicos.

No Paraguai, o novo Plano Nacional de Telecomunicações para 2016–2020 visa aumentar a penetração da banda larga em 40% das residências, 70% das empresas e 100% das instituições governamentais até 2020.

>Siga a Computerworld Brasil também nas redes sociais: Twitter, FacebookInstagram e LinkedIn

Deixe uma resposta