Home  >  Plataformas

Dominguez Advocacia adota AI para otimizar buscas por informações de tributação de produtos

Ferramenta usa IBM Watson para esclarecer dúvidas relacionadas ao Fisco e à tributação dos produtos em todo o Brasil

Da Redação

16/07/2018 às 12h02

Foto:

Dominguez Advocacia, escritório focado em compliance na área tributária, adotou a solução Busca.Legal, ferramenta baseada em inteligência artificial (AI), que otimiza quase que em 100% o ritmo de trabalho do escritório nas buscas por informações de tributação de produtos.

Conhecida como T1, a ferramenta utiliza a plataforma de computação cognitiva Watson, da IBM, para esclarecer dúvidas relacionadas ao Fisco e à tributação dos produtos em qualquer estado do Brasil.

A Busca.Legal é uma empresa parceira da Systax e, por meio da parceria, foi criado o T1, unindo a tecnologia à base de conhecimento de produtos gerenciada pela Systax, empresa de inteligência fiscal e única a organizar acervo com mais de 3,9 milhões de regras tributárias.

Como funciona

Como uma inteligência artificial pode ser usada dentro uma assessoria tributária? O processo que envolve a utilização do T1 funciona da seguinte forma: um cliente da Dominguez Advocacia tem uma dúvida sobre determinado produto que ele vai vender, então ele faz uma consulta personalizada ao escritório e os profissionais conseguem visualizar em pouco tempo qual é a tributação (ICMS, ICMS-ST, IPI, PIS e COFINS) do produto, além de informações como o CEST, CST, alíquota, MVA, Pauta, benefícios fiscais e outras informações para cálculo dos tributos, com a respectiva base legal que define a situação.

Roberto Dominguez, ex-auditor fiscal da Receita Federal e sócio da Dominguez Advocacia, explica que o T1 oferece um grau de certeza muito grande, além de otimizar o tempo. "A inteligência artificial vai ser cada vez mais usada, não só na área tributária na parte de consulta, mas em tudo. Ela veio para agilizar o nosso mundo cada vez mais", destaca o advogado, que afirma também conta que, caso não haja algum dado no T1, é possível solicitar diretamente à Busca.Legal sobre aquele determinado produto, e rapidamente a informação que faltava é incluída na ferramenta.

Resultados

Uma pesquisa que antes demoraria uma hora para ser feita, passou a levar segundos, segundo cálculos da empresa. Além disso, a ferramenta possibilita que o nicho de mercado seja escolhido de forma clara e simples: indústria, atacado ou varejo. "O T1 proporciona a visão específica para aquele cliente que você está atendendo. Se é uma indústria que me consulta, eu não preciso da visão do atacadista e varejo, eu vou diretamente na indústria. Não perco tempo em ficar separando situações, o T1 já me dá o foco do que eu quero e preciso", completa Dominguez.

>Siga a Computerworld Brasil também no Twitter Facebook